O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Inscreva-se para a 2ª turma da Jornada de Liderança.
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






15/03/2011
RH » Carreira » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Fatores de motivação profissional

Por Jerônimo Mendes para o RH.com.br

De acordo com Dave Francis, autor do livro Managing your own career, ainda não publicado no Brasil, a pessoa que tem autonomia e controla a sua própria carreira são é mais motivada. Entretanto, para que isso aconteça, é preciso entender os principais fatores que vão ajudá-la a criar consciência para fazer as coisas que realmente devem ser feitas para impulsionar sua carreira.

Motivadores são forças internas que determinam o grau de interesse em relação ao que você quer e precisa para a sua vida pessoal e profissional. Embora sejam muitos, identificar os principais motivadores poderá ajudá-lo a compreender melhor o que você está realmente buscando e não como chegar a isso.

A maioria das pessoas apresenta dois ou três fatores básicos de motivação. Em geral, um deles é determinante, e pode se alternar em diferentes estágios da vida. Trata-se do fator principal que orienta o desenvolvimento da carreira e fornece coerência nas escolhas e nas decisões ao longo do caminho.

Aliado a isso, acredito que profissionais com autoestima elevada tomam iniciativas para aumentar as possibilidades de conquistar o que precisam e o que querem da vida, em de vez reagir passivamente aos acontecimentos. Tem a ver com automotivação que não pode ser ensinada nas escolas, mas encontrada dentro de si mesmo.

Segundo Francis, os motivadores não são fixos e variam de acordo com as circunstâncias. A segurança, por exemplo, vai se tornar muito mais importante na construção de uma família e da carreira. O conhecimento, por sua vez, vai ajudá-lo a consolidar um ponto de vista sobre determinado assunto e ampliar as suas chances de se tornar um especialista no mercado.

Em seu livro, o autor menciona nove motivadores profissionais. Cada um deles é composto de desejos e necessidades. Embora exista uma sutil sobreposição de conceitos e interpretações entre eles, cada qual tem sua própria característica. Vejamos:

Associação: a necessidade de pertencer ao meio e a eterna busca de relacionamentos íntimos e significativos com as pessoas no trabalho.

Autonomia: a busca pela independência, a capacidade de tomar decisões importantes por conta própria e risco, a vontade de ser o próprio patrão e de administrar o próprio tempo.

Busca de sentido: fazer coisas que tenham valor em si mesmo, ainda que não apresentem recompensas financeiras ou materiais; contribuir para uma sociedade melhor.

Criatividade: identificar-se com uma forma de expressão original, fazer algo diferente, buscar a inovação constante, destacar-se na multidão por mérito.

Especialização: domínio pessoal e excelência, realização numa área específica, buscar a reputação de especialista.

Poder/Influência: buscar uma posição de controle sobre as pessoas e os recursos; assumir um papel importante de liderança, comandar.

Recompensas materiais: buscar elevado padrão de vida, aparentar riqueza, buscar a posse de bens e riquezas materiais.

Segurança: a eterna busca por um futuro consistente e previsível; ter segurança financeira, optar por coisas mais seguras, zona de conforto e estabilidade.
Status: sentir-se importante, ser reconhecido e ser valorizado; ser admirado e respeitado pela sociedade, fazer parte do "sistema".

Os fatores de motivação profissional estão diretamente relacionados com os seus valores, afinal, o ser humano é movido por forças interiores para satisfazer suas necessidades. Identificar a natureza dos seus próprios fatores motivadores e compreender até que ponto as circunstâncias ao seu redor estão em harmonia com eles é o que vai fazer a sua vida profissional ganhar sentido.

Por fim, escolha os três fatores mais importantes, determine o principal e avalie as implicações em relação ao seu futuro. No momento em que você tiver plena consciência de quanto eles influenciam nas suas escolhas e nas suas decisões, sua vida profissional vai melhorar consideravelmente.

Pense nisso e seja feliz!

 

Palavras-chave: | estímulo motivacional | crescimento profissional | meta |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (1)
valquiria de fatima oliveira em 05/04/2011:
Parabéns para o autor. Uma matéria muito importante e que faz pensarmos nos nossos fatores de motivação. Parabéns para a equipe...adoro todos os artigos publicados, são muito valiosos para o nosso crescimento profissional.

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos

Programa de Autodesenvolvimento



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.