O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
O RH.com.br deseja a todos Boas Festas!
Estaremos de volta dia 19/01
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






24/01/2012
RH » Carreira » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Plano de carreira, para que serve?

Por Nestor de Almeida para o RH.com.br

O plano de carreira tem por objetivo colocar a pessoa nos trilhos do sucesso pessoal, profissional, familiar e comunitário, programando, assim, o crescimento nas quatro áreas de maneira eficaz. Ele possibilita programar o tempo necessário para alcançar os objetivos e avaliar se os conhecimentos são suficientes ou não para realizar os projetos. Se não for, onde e quando buscá-lo? Do que precisamos abrir mão, no presente ou no futuro, para tornar reais os sonhos?

Investir mais ou menos energias, em determinado momento, ajuda a conhecer as tendências do mercado futuro e nos programar para sermos bem-sucedidos nas mudanças. O plano de carreira ajuda, por exemplo, a pessoa a ter controle sobre sua própria vida evitando que perca tempo, conhecimentos, dinheiro, energias com que não vai trazer os resultados esperados.

Quando elaborar um plano de carreira?

1º - Quando: não se definiu o que almeja na vida; em que mercado trabalhar; qual curso fazer; qual profissão seguir para o resto da vida útil. Ou ainda, quando a pessoa passou por uma decepção profissional e quer encontrar uma nova carreira ou busca ter seu negocio próprio.

2º - Quando: a pessoa trabalhou, por vários anos, em um segmento do mercado e perdeu o emprego, por motivo de idade, por ter uma profissão que está a caminho da extinção ou quando a pessoa que tem dificuldade de se recolocar na mesma atividade e, por isso, busca uma nova profissão.

3º - Quando um profissional trabalhou algum tempo em uma empresa, pretende mudar de departamento ou cargo e encontra dificuldades para alcançar seus objetivos dentro da empresa ou, também, quando se organizar para abrir e administrar um negócio próprio paralelo à sua atividade profissional. Quando se preparar para mudar de emprego.

4º - Quando se tem seu próprio negócio, mas não está progredindo como gostaria. O plano de carreira também deve ser elaborado para quem tem sua empresa bem-sucedida e pretende buscar uma segunda opção no mercado, ou, quando está deixando de trabalhar por conta própria e quer voltar ao mercado com carteira assinada.

5º- Quando a pessoa aposentou-se ou está prestes próximo da aposentadoria e não quer ficar parada. Quando está fora do mercado de trabalho por motivo (particulares).

Para cada momento desses o plano de carreira tem suas variáveis. Porém, ele é de suma importância para que a pessoa chegue aos seus objetivos mais rápidos e com eficácia.

Plano de carreira funciona?

Sim. Funciona se a pessoa tiver disciplina, determinação, paciência e abrir mão das facilidades em prol dos seus objetivos. Sempre encontro profissionais com potenciais enormes, mas não chegam a lugar algum ou demoram muito mais que deveriam para alcançar seus objetivos e, às vezes, até perdem o emprego ou a oportunidade de crescimento por não terem um plano de carreira.

É importante que a empresa saiba que o funcionário tem um plano de carreira?

Sim. Pois tanto o RH como as lideranças podem acompanhar, motivar e orientar o funcionário em seu plano de carreira ou ainda ajudá-lo a elaborar um, caso ainda não o tenha. Quando isso acontece na empresa todos ganham. O funcionário que tem um plano de carreira é mais focado nos seus objetivos: age mais rápido, é mais dedicado, busca maior conhecimento, trabalha melhor em equipe e tem melhor qualidade. Quando o funcionário tem um plano de carreira e não recebe apoio da empresa, a organização corre o risco de perdê-lo para a concorrência. Portanto, é importante que a empresa tenha uma estrutura para acompanhar, motivar e orientar o plano de carreira dos seus funcionários.

Plano de carreira é difícil ser elaborado?

Não. No entanto, é necessário que se tenha conhecimento ou que haja uma pessoa com conhecimento para ajudar na elaboração de um plano. Quando elaboro um plano de carreira para os meus clientes, sempre incluo os quatro pilares dos sonhos por entender que a pessoa não deve se preocupar só com o crescimento profissional, mas também com o pessoal, o familiar e o comunitário. Quando ela tem planos de crescimentos nestas quatro áreas e trabalha para realização dos mesmos, não tem como não ser bem-sucedida. Uma área contribui para o crescimento da outra e assim a pessoa torna-se realizada e com prazer de viver.

Para você refletir um pouco!

De zero a cinco, que nota você dá para cada uma de suas realizações: pessoal, profissional, familiar e comunitário?

Em qual dos quatro itens você precisa dedicar-se um pouco mais?

Você já elaborou seu plano de carreira?

Pensamento: "Quem não sabe para onde navegar com seu barco a vela, nenhum vento é favorável".

Este artigo não tem objetivo de ensina a elaborar um plano de carreira, mas sim de mostrar a importância de se ter um plano para ser uma pessoa bem-sucedida em todas as áreas da vida. Compartilhe este texto com os amigos.

 

Palavras-chave: | crescimento profissional | aprendizagem |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (1)
Fatima Trinchão em 02/02/2012:
Não consigo imaginar a causa de nos dias de hoje as pessoas darem tão pouca importância a gestão de suas carreiras. Vivemos numa realidade onde somos obrigados a estar sempre preparados para as adversidades, e quem não se prepara, inevitavelmente fica fora do mercado, e mesmo assim, muitas pessoas ficam apáticas a essa realidade. Nesse momento, para nos prepararmos, nada melhor do que um bom plano de carreira, feito ou acompanhado por pessoas capacitadas, com metas, objetivos e prazos a seguir. Excelente texto!

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos

Programa de Autodesenvolvimento



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.