O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






06/01/2009
RH » Desempenho » Dicas Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Descubra os oito erros no processo de avaliação

Por Willyans Coelho para o RH.com.br

A avaliação de desempenho sempre será um processo subjetivo para o avaliador. Não é fácil se desprover de todas as simpatias ou antipatias para avaliar corretamente uma pessoa. Porém, tomar consciência dos problemas mais comuns pode reduzir os erros e tornar o processo mais justo e transparente.

Para não cair nos erros mais comuns, é preciso antes de qualquer coisa conhecê-los. Sendo assim, esse é um bom roteiro para preparar os avaliadores antes de iniciar o processo em sua empresa.

1. Efeito de Halo/Horn

É a tendência em estender uma avaliação positiva (efeito de Halo) ou negativa (efeito de Horn) de uma pessoa para todos os itens da avaliação, sem fazer uma análise adequada de cada um dos fatores separadamente. Se ele é bom em algo, automaticamente torna-se bom em tudo. Ou o contrário.

2. Tendência Central

Por medo ou insegurança, o avaliador deixa de atribuir notas muito baixas para não prejudicar o avaliado; ou muito altas, para não ter que justificá-las no futuro.

3. Efeito de recenticidade

Costuma-se destacar na memória do avaliador apenas os fatos mais recentes. Dificilmente consegue-se lembrar de tudo que aconteceu num período de um ou dois anos. Nesse caso, seria importante adotar a prática de realizar anotações frequentes.

4. Erro constante (Complacência / Rigor excessivo)

Por vezes, cada avaliador adota o seu próprio padrão de desempenho. Isso faz com que alguns pareçam muitos complacentes, enquanto outros seriam rigorosos demais. Definir conjuntamente um padrão de desempenho é essencial para reduzir essas características pessoais.

5. Erro de "primeira impressão"

Sabe aquela estória de que "a primeira impressão é a que fica"? Isso também acontece na avaliação de desempenho. Nesse caso, o avaliador tem que tentar se concentrar no período atual, e não em avaliações passadas. As pessoas mudam e merecem obter o crédito por seu desenvolvimento profissional.

6. Erro de semelhança (auto-identificação)

O avaliador costuma ser mais favorável àqueles que se parecem consigo mesmo, seja pelas características profissionais, pelos interesses pessoais, pela formação na mesma faculdade ou por pertencer ao mesmo grupo social.

7. Erro de fadiga / rotina

Depois de preencher o 152º. questionário, ninguém consegue mais distinguir as diferenças entre as pessoas. Não se deve preencher uma avaliação atrás da outra.

8. Incompreensão do significado dos fatores de avaliação

Se os fatores de avaliação não estiverem claramente definidos, poderá ocorrer erros de interpretação e ocasionar distorções nos resultados. Para alguns, ser pontual é estar no posto de trabalho exatamente no horário determinado. Para outros, cinco minutos de atraso não seria motivo de uma avaliação negativa. Distinguir o que é "atraso", por exemplo, seria um processo essencial para tornar tal item bem definido para todos.

 

Baseado em:
Avaliação de Desempenho - Erros e Propensões mais Comuns

Palavras-chave: | avaliação de desempenho |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (11)
Karla Emanuele Batalha da Silva em 07/05/2009:
O desempenho profissional às vezes não é reconhecido e outras não conseguimos demonstrar o que há de bom em cada ser humano. É sempre bom reconhecermos que erramos para no amanhã garantirmos um futuro de brilhantes profissionais, e fazer com que cada um demonstre seu potencial e faça com que a prática seja essencial para o desenvolvimento humano.

FERNANDA MARIA TENORIO MARINHO DA ROCHA FERRAZ em 07/05/2009:
A FALTA DE PRÁTICA, A INEXPERIÊNCIA OU O DESCUIDO COM A EXECUÇÃO DE UMA AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO PODE LEVAR A SÉRIOS ERROS, AFETANDO ASSIM NUM DIAGNÓSTICO ASSERTIVO DENTRO DE UM PROCESSO DE AVALIAÇÃO. O BOM PROFISSIONAL DISSECA TODAS AS ETAPAS, EXPLORANDO TODOS OS CAMINHOS E EVITANDO IMPRESSÕES ANTECIPADAS, COMO A QUESTÃO DE A PRIMEIRA IMPRESSÃO OU A AUTO-IDENTIFICAÇÃO. ESSE PROCESSO DEVE SER MUITO SELETIVO E CONDUZIDO DE UMA FORMA ABERTA, É ONDE O GESTOR IRÁ CONSEGUIR COMPREENDER CADA COLABORADOR INDIVIDUALMENTE, VERIFICANDO EXATAMENTE ONDE ELE TEM MAIS FACILIDADE OU DIFICULDADE. ISSO AJUDA AO GESTOR A OPINAR SEM ATITUDES GROSSEIRAS, EVITANDO ASSIM UMA MÁ AVALIAÇÃO E DE REPENTE PERDENDO ATÉ UM BOM CANDIDATO A UM CARGO OU QUEM SABE SER NECESSÁRIO FAZER UMA MUDANÇA. E POR NÃO CONSEGUIR TER UMA AMPLA VISUALIZAÇÃO, ERRA POR ANTECIPAÇÃO. EXCELENTE ESTA MÁTERIA. O AUTOR ESTÁ DE PARABÉNS!!!

Patricia de melo saraiva em 07/05/2009:
Perceber os erros é muito importante para qualquer profissional, no entanto, o mais importante é consertá-los. Descobrir o erro no processo de avaliação é essencial, mas vale trabalhar com ética, pois ele é um processo de Avaliação que requer envolvimento e responsabilidade.

Maria da Conceção Alves Mendonça em 07/05/2009:
Este artigo dos 8 erros no processo de avaliação,é muito bem vindo,pois retrata exatamente a maneira como não se deve avaliar,pois o gestor tem que usar todo o seu profissionalismo e ética antes de tudo, não deixando a emoção decidir positivamente ou negativamente. Tornando assim o processo de avaliação de desempenho mais justa e transparente.

Rejane Oliveira Leite em 07/05/2009:
Verificando passo a passo cada um desses erros, cheguei à conclusão que para ter uma gestão de qualidade, é necessário muito cuidado para evitar cometer qualquer um desses erros, pois são falhas muito fáceis de ser cometidas no dia-a-dia do gestor.

Mariana C. de Farias em 07/05/2009:
O artigo e excelente, pois mostra os erros mais freqüentes que hoje em dia ainda acontecem. Não devemos misturar os sentimentos particulares com os deveres profissionais. O avaliador tem que tentar se concentrar no período atual, e não em avaliações passadas. As pessoas mudam e merecem obter o crédito por seu desenvolvimento profissional.

José´Givaldo em 06/05/2009:
Avaliar os profissionais com responsabilidade , consciência e muito profissionalismo, sem ter que se preocupar com resultado , é de fundamental importância, pois traz vantagens para quem avalia e para o avaliado. E muito mais para a organização.

Gilmara Lima em 06/05/2009:
É de grande importância essa matéria para o profissional de rh, para fazer uma avaliação de desempenho com responsabilidade e ética profissional para evitar erros.Com isso procuramos mehorar como avaliador para evitarmos erros constantes e sem trabalhar com emoção.

JANAYNA DA SILVA em 06/05/2009:
Mediante todas as atividades realizados pelo profissonal de RH, o processo de Avaliação requer envolvimento e responsabilidade. Neste artigo, o autor Willyans Coelho nos dar algumas dicas de como desenvolver um processo de Avaliação sem erros. Falhas que em sua maioria são constantes e acarretam alguns problemas quando não identificados antes do processo. Ao término da leitura, é impossivel negar que esta atividade requer conhecimento, profissionalismo, ética e como já citado; requer padrões bem estabelecidos, esta prática irá tornar o processo mais justo e transparente. Assim, a empresa terá como avaliar com qualidade, reter talentos e colher ótimos frutos no processo de trabalho.

Rosa Nilda Pmena em 04/05/2009:
Descobrir os erros é essencial para todo profissional, principalmente ao fazer uma avaliação de desempenho. Pois se não tivermos consciência de nossa responsabilidade e ética profissional, como avaliar o desempenho de alguém? esta matéria é muito importante para nós profissionais de RH, devemos tomar cuidado e nos desprover de todas as possíveis antipatias ou simpatias para avaliar corretamente um profissional, devemos ser justos e transparentes.

Maria Esmeralda em 03/05/2009:
Essa matéria é importante para o meu curso, descobrir os erros no processo de avaliação é fundamental para empresa. E avaliar as pessoas com ética é primordial, necessário e de grande vantagem para a organização.

PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.