O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






01/06/2000
RH » Desenvolvimento » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Comportamento Social e Etiqueta Profissional

Por Rogerio Martins para o RH.com.br

É curioso como ultimamente as empresas tem se preocupado com a formação ética e social dos seus colaboradores. Isto denota que há algo de "podre" no reino das organizações brasileiras. Tem surgido uma demanda muito significativa para formação e desenvolvimento da postura social e etiqueta profissional. Será que nossos funcionários desaprenderam sobre convívio social e boas maneiras no trato profissional? Parece que sim!

Com o crescente nível de exigências de conhecimento técnico para o preenchimento das ofertas de trabalho, algumas vezes os profissionais de RH e as próprias chefias esquecem-se do fundamental: o ser humano. Dominar determinada área técnica não é mais o único fator relevante para o sucesso profissional. Daniel Goleman, e muitos outros consultores que estudam o comportamento social nas organizações modernas, nos alertam sobre a importância de utilizarmos corretamente nossa inteligência emocional, ou seja, tirarmos o melhor proveito de nossa capacidade de relacionar-se com as pessoas. Saber como portar-se em uma reunião, em um almoço de negócios, em um coquetel, ou mesmo no dia-a-dia da empresa tornou-se fundamental para o futuro da carreira dos jovens e experientes profissionais.

A seguir relaciono três práticas de etiqueta profissional e comportamento social que muitas vezes esquecidas, ou não exercitadas por nós, podem causar situações embaraçosas ou até mesmo prejudicar o futuro profissional.

Cuide, em primeiro lugar, de si mesmo, da sua apresentação pessoal. Invista na sua imagem e na auto-imagem. Valorize-se! Existem pessoas que marcam sua existência pela elegância, outras pela total falta de bom senso na hora de vestir-se e portar-se. Portanto, quando for trabalhar deixe em casa as roupas coloridas, transparentes e decotadas, as saias justas, as bijuterias grandes e pesadas, os saltos muito finos e altos, as gravatas de bichinhos, aquele terno pink, o sapato velho e desgastado. Lembre-se do famoso ditado que diz: "a primeira impressão é a que fica". Reflita sobre a imagem que quer transmitir para as outras pessoas e o que tem feito para isto. Peça a seus amigos um feedback sincero sobre sua apresentação pessoal. Vale aqui uma ressalva de que apresentação pessoal não tem a ver com beleza, raça ou tipo físico.

Outro fator que está diretamente relacionado com sua imagem é a comunicação. De nada adianta estar muito bem vestido, andar corretamente, cumprimentar as pessoas adequadamente, se na hora de expor suas idéias, ou participar de uma reunião, só ouve-se erros de concordância verbal, gírias, piadinhas de mau gosto, interrupções constantes para contar vantagem, etc. Ouça mais as pessoas e exercite sua comunicação. Leia mais, participe de cursos, escreva com freqüência, pratique, pratique, pratique!

Evite fofocas. Conheça a história que foi transferido de projeto. Logo no primeiro dia, para fazer média com o chefe, saiu-se com esta:
- Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Silva. Disseram que ele...

Nem chegou a terminar a frase, o chefe aparteou:
- Espere um pouco, Olavo. O que vai me contar já passou pelo crivo das três peneiras?
- Peneiras? Que peneiras, chefe?
- A primeira, Olavo, é a da VERDADE. Você tem certeza de que esse fato é absolutamente verdadeiro?
- Não. Não tenho não. Como posso saber? O que sei foi o que me contaram.
- Então sua história já vazou a primeira peneira. Vamos então para a segunda peneira que é a da BONDADE. O que você vai me contar, gostaria que os outros também dissessem a seu respeito?
- Claro que não! Nem pensar, Chefe.
- Então, sua historia vazou a segunda peneira. Vamos ver a terceira peneira que é a UTILIDADE. Você acha mesmo necessário me contar esse fato ou mesmo passá-lo adiante?
- Não chefe. Passando pelo crivo dessas peneiras, vi que não sobrou nada do que iria contar - fala Olavo, surpreendido.
- Pois é Olavo. Já pensou como as pessoas seriam mais felizes se todos usassem essas peneiras? - diz o chefe sorrindo e continua: - Da próxima vez em que surgir um boato por ai, submeta-o ao crivo dessas três peneiras: VERDADE, BONDADE, UTILIDADE, antes de obedecer ao impulso de passá-lo adiante.

Na vida representamos diversos papéis: de filho/a, de pai/mãe, de empregado/patrão, etc. Em cada um deles devemos ter o bom senso de nos adequarmos conforme as normas e regras existentes. Para este conjunto de normas e regras é dado o nome de sociedade. Uns dizem que as regras foram feitas para serem quebradas, mas que confuso seria se não as tivéssemos para nos orientar?

Palavras-chave: | Comportamento | Socila | Etiqueta |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (1)
JUCINEIA GALVÃO DE OLIVEIRA em 25/06/2009:
OLÁ ROGÉRIO MARTINS E TODA O PESSOAL DO SITE. EM PRIMEIRO LUGAR GOSTARIA DE DIZER QUE GOSTEI MUITO DO ARTIGO, VOCÊS ESTÃO DE PARABÉNS.COMO SERIA BOM SE TODAS AS PESSOAS OLHASSEM POR ESTE LADO, TANTO PROFISSIONALMENTE COMO PESSOALMENTE, AFINAL, AS DUAS VIDAS CAMINHAM PARALELAS.É COMO DIZ O VELHO DITADO "OLHE OS SEUS DEFEITOS ANTES DE APONTAR OS DOS OUTROS" E ASSIM MESMO NINGUÉM TEM O DIREITO DE JULGAR NINGUÉM. CADA UM SABE O QUE FAZ DA SUA VIDA.ESSE É O EXEMPLO DO FUNCIOÁRIO NÃO COMPROMETIDO COM A EMPRESA EM QUE TRABALHA, POIS O TEMPO GASTO NESSAS COMVERSAS SEM CONTEÚDO PROVEITOSO, PODERIA SER GASTO PRO SEU APRIMORAMENTO PROFISSIONAL.DESDE JÁ AGRADEÇO A ATENÇÃO DE TODOS, ESPERO QUE MINHA OPINIÃO VENHA A INCREMENTAR ESTE ARTIGO E AJUDAR ALGUMAS PESSOAS A ACORDAREM PRA VIDA .

PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.