O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Participante, assista e certifique a Jornada de Liderança!
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






30/03/2010
RH » Desenvolvimento » Dicas Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Devemos controlar as emoções no trabalho?

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

O ser humano é uma verdadeira "caixa de surpresas" quando o assunto em questão: é a emoção, afinal as pessoas reagem de maneiras diferentes mesmo que sejam expostas a uma mesma situação. Diante de um conflito, por exemplo, há quem perca a fala, comece a chorar, como também existem aqueles que "explodem" e outros preferem recorrer ao diálogo. Hoje, aprender a lidar com as emoções tornou-se um diferencial para quem convive no dia a dia corporativo, uma vez que as empresas valorizam que administrar bem os sentimentos diante das mais variadas situações. Confira abaixo, a vantagem saber administrar bem as emoções.

1 - Melhoria significativa na performance individual e das equipes. Quem consegue controlar um sentimento negativo evita que tanto seu desempenho quanto dos colegas seja prejudicado. Tomemos como exemplo, uma pessoa que antes de um projeto ser instituído já afirma que não dará certo. E para complicar a situação, não diz os motivos que a levaram a pensar dessa forma e tampouco apresenta sugestões para que a iniciativa tenha êxito.

2 - Quem consegue gerir as emoções está mais preparado para dar e receber feedback, pois através desse processo são identificados pontos fortes e os que precisam ser trabalhos. E quando o profissional tem consciência em que ponto precisa melhorar, suas chances de ascensão profissional tornam-se reais.

3 - Nem todas as pessoas estão preparadas para receber um "Não", pois se consideram afrontadas. No entanto, a realidade mostra que essa é uma palavra que se escuta constantemente tanto na vida pessoal quanto profissional. Quando um profissional recebe um retorno negativo a uma solicitação ou mesmo a um projeto apresentado e vê que o retorno não é o que ele esperava, é uma oportunidade para saber o que levou o "outro lado" a pensar de forma contrária.

4 - Para manter um clima organizacional satisfatório, os profissionais precisam desenvolver ser assertivos. Através da assertividade o indivíduo aprende a ser flexível, se adapta com mais facilidade a um processo de mudanças e consegue defender seu "ponto de vista" de maneira saudável e baseada em argumentos sólidos.

5 - Os profissionais que são estimulados a desenvolver a inteligência emocional ficam mais vivos e autênticos em tudo o que fazem. Eles aceleram a capacidade de raciocínio, passam confiança e união à equipe que convive.

6 - A criatividade torna-se uma parceira de quem consegue administrar bem suas emoções. Isso porque quando alguém está em constante grau de negativismo, por exemplo, cria uma barreira para que seu potencial criativo venha à tona.

7 - Há quem não tenha se dado conta, mas quando os profissionais amadurecem as emoções e administram bem as situações na empresa, tanto os índices de absenteísmo (ausência no trabalho) quanto de turnover (rotatividade) caem. É bom lembrar que quando se está bem na organização, as chances das pessoas faltarem ou procurarem por outra oportunidade diminui.

8 - Quando o profissional administra bem suas emoções, são significativas as chances dele se sentir bem no ambiente de trabalho. Ele não acorda pela manhã constrangido, como se tivesse que ir para um campo de batalha, mas sim para um local onde ele pode exercer sua profissão e ser produtivo para a empresa e, acima de tudo, a si mesmo.

9 - A pessoa trabalha o lado emocional melhora significativamente a sua qualidade de vida, uma vez que não permite que acontecimentos sem "importância" a torne um forte candidato a problemas de saúde como, por exemplo, hipertensão, enxaquecas, dores musculares, depressão, entre outros.

10 - O profissional que encontra a "vacina" contra o mau humor no trabalho, quando termina o expediente e chega à sua casa, sabe aproveitar bem os momentos com a família, com os amigos ou mesmo, estando sozinho, consegue ler um bom livro ou assistir um filme que o faça dar boas gargalhadas.

 

Palavras-chave: | inteligência emocional | emoção |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (4)
Maria Clarinda em 15/04/2010:
Parabéns pelo tema como controlar as emoções no trabalho. São dicas muito ricas, afinal estamos 24 horas do dia em exercício emocional com outras pessoas, e realmente precisamos nos autodominar. Um abraço Clara

Adelia Moreira em 01/04/2010:
Cara Patricia, sua matéria sobre controle das emoções no trabalho está excelente. Uma forma resumida e clara sobre o desenvolvimento desta coisa tão importante que é a inteligência emocional. Você está sempre de parabéns por suas matérias, mas desta vez extrapolou... grande abraço, Adelia

Vera Martins em 31/03/2010:
Patricia, suas dicas são excelentes e diretas ao ponto. A empresa saudável está descrita em seu texto, e vamos insistir para que o mundo corporativo seja melhor e melhor. Abraços Vera Martins, Consultora e autora dos livros Seja Assertivo! e Tenha Calma! Como lidar com a raiva no trabalho

Maria Carlota Boabaid de Carvalho em 31/03/2010:
Muito bom o texto sobre emoção no ambiente de trabalho. Nosso desafio é conseguir convencer, sensibilizar nossos gestores que profissionais (pessoas) bem resolvidos entregam melhores resultados para a empresa. Muitos ainda não internalizaram essa linha tênue. Mas, chegaremos lá.

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos

Programa de Autodesenvolvimento



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.