O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






29/05/2012
RH » Desenvolvimento » Entrevista Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

É possível potencializar a inteligência?

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

"Faço várias coisas a todo o momento". "A correria do dia a dia exige muito de mim, no trabalho e na vida pessoal. Desdobro-me em dois e uso meu tempo para realizar mais de uma atividade ao mesmo tempo". Expressões como essas certamente se encaixam à rotina de muitas pessoas, pois a humanidade vivencia situações em que um simples "click" pode mudar o rumo das nossas vidas. Mas, será que realizar múltiplas tarefas compromete a eficácia? Para o americano, Michael Hall, doutor em psicologia cognitivo-comportamental, estar totalmente presente em ma atividade por vez potencializa o uso da inteligência. "O foco é a resposta e a chave para a excelência e o sucesso", enfatiza.
Em entrevista concedida ao RH.com.br, Michael Hall afirma que um dos segredos para alcançar o estado da genialidade, ou seja, o mais alto nível do desenvolvimento pessoal, pode ser atingido através de mais de dez padrões que compõem os pré-requisitos para a genialidade, permitindo que a pessoa torne-se capaz de ficar totalmente presente e completamente empenhada em tudo o que fará. E quanto mais a técnica é utilizada, mais se aumenta a capacidade de acessar esse estado plenamente. "É o mesmo princípio que se aplica quando alguém aprende a ler. À medida que a pessoa pratica, sua habilidade melhora, se torna mais veloz, mais eficiente e eficaz", exemplifica Hall.
Por outro lado, ele faz um alerta importante para quem busca o chamado estado de gênio. Para que a pessoa esteja engajada e concentre a atenção naquilo que está fazendo, é preciso que exista um significado para ela. "Quando o significado não existe, a pessoa se dispersa e pensa em outras atividades que gostaria de estar fazendo. Temos muitos sonhos na nossa mente que não se concretizam. Como as pessoas não sabem transformar seus sonhos em realidade, na neurosemântica buscamos fechar a lacuna entre saber e fazer", comenta o especialista, ao acrescentar que a neurosemântica ajuda a dar significado e a entender aquilo que o indivíduo realiza. Aproveite a leitura!


RH.com.br - Qual o significado da expressão "estado de gênio", quando nos referimos ao desenvolvimento humano?
Michael Hall - Podemos resumir que isso significa um estado onde você está no seu melhor, capaz de se concentrar totalmente e trazer suas melhores habilidades para apoiar o que você faz. Refere-se a um estado de foco, um envolvimento e uma concentração, e quando você está neste estado você tem um foco singular para que você não esteja realizando múltiplas tarefas.


RH - Qualquer pessoa pode atingir o "estado de gênio" ou este é um privilégio apenas para alguns?
Michael Hall - Sim, qualquer um pode alcançar o estado de gênio. E cada pessoa tem o seu estado de gênio que é desenvolvido ao longo da vida. Geralmente, esse estado de gênio, parece acontecer a uma pessoa. Entretanto, já foi descoberta a estrutura e a forma de como conseguir alcançá-lo, por meio de ferramentas especificas. Ou seja, qualquer pessoa pode aprender a atingir esse estado de foco especial e, através da prática, tê-lo em seu comando.


RH - Em termos práticos, que recursos ou ferramentas que podem ser utilizados para alcançar um nível elevado de desenvolvimento pessoal?
Michael Hall - O alto nível de desenvolvimento pessoal ocorre em função de significados e entendimentos específicos que incorporam de forma pró-ativa fatores como visão, propósito e intenção. Isso é conquistado por meio da prática, da disciplina, do processo de coaching, treinamentos, testes, experimentação, feedback, entre outros recursos. É como uma pessoa que começa a ler, com o hábito vai-se adquirindo agilidade em fazê-lo de forma cada vez mais eficaz.


RH - Quais são as características de uma pessoa que atinge a genialidade?
Michael Hall - As pessoas que atingem a genialidade são abertas, curiosas e se tornam eternos aprendizes. São, ainda, dedicadas a uma visão, persistentes, resilientes, entre outras características.


RH - Por que realizar várias tarefas compromete a eficácia?
Michael Hall - Podemos tomar como base que as neurociências têm demonstrado isso de forma consistente através de pesquisas. Por exemplo: dividir a atenção reduz a qualidade de atenção e convida os erros e as más interpretações.


RH - Quem quer alcançar o status de gênio sempre deve ter foco?
Michael Hall - Isto não é sobre "o status de gênio", mas sim sobre o estado de fluxo que é também chamado de estado "de gênio". Esse é um outro conceito. O foco é o que cria a sinergia entre o desafio e a competência, entre a inspiração e a atividade prática que torna o que existe em potencial real.


RH -
É possível confundir foco com meta?
Michael Hall - Sim, é possível fazer essa confusão. É fundamental compreender que nos focamos em uma meta. O objeto é a meta que prestamos atenção. Como nós prestamos atenção esse é o nosso foco ou concentração e indica o quanto estamos envolvidos ou não.


RH -
Quando você tem foco, a meta a ser alcançada tornar-se mais significativa para a pessoa?
Michael Hall - Pode ser que sim, como também pode ser que não. A criação de significado é um assunto diferente - é sobre agregar significado, valor e intenção ao objeto do seu foco.


RH - A neurosemântica ajuda as pessoas a atingir seus objetivos e, consequentemente, o desenvolvimento?
Michael Hall - Sim, claro que ajuda. Usamos na Programação Neurolinguística, por exemplo, a técnica da boa formulação de objetivos para formular metas que planejamos bem e são "espertas", na medida em que nos permitem definir uma intenção e depois agir para tornar o objetivo real em nossas vidas. Contudo, fazer isto requer o engrandecimento da compreensão e da personalidade.

 

Palavras-chave: | Michael Hall | genialidade | aprendizagem | meta |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (1)
Marcus Costa em 10/06/2012:
Sou muito fã dos textos que vocês trabalham e abordam! Enriquece muito nosso dia a dia dentro das empresas com visão de RH.

PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.