O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Inscrição com 10% de desconto para a Jornada de Liderança
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






30/11/2009
RH » Roteiro Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Delegação de Poderes

Por Kelly Marques para o RH.com.br

O que é?

É o processo de transmitir certas tarefas e obrigações de uma pessoa para outra; em geral, de um superior para um colaborador. Aquele que recebe o poder delegado tem autoridade suficiente para concluir o trabalho, mas aquele que delega fica com a total responsabilidade pelo seu êxito ou fracasso.

Objetivos

  1. Desenvolver aptidões específicas
  2. Treinar o colaborador.
  3. Motivar o colaborador.
  4. Aumentar o grau de iniciativa.
  5. Aumentar a criatividade, inovação a partir das contribuições.
  6. Ter tempo para execução de atividades mais importantes.

Pré-requisitos

  1. Confiança recíproca.
  2. Competência técnica e interpessoal para assumir a co-responsabilidade pelas tarefas delegadas.
  3. Compromisso com metas e valores comuns.
  4. Feedback claro e objetivo em tempo real sobre o andamento das atividades delegadas.
  5. Capacidade de auto-supervisão.

Erros na Delegação

  1. Delegar o "que" fazer, mas dizer também "como" deve ser feita a tarefa, impedindo o subordinado de escolher seus próprios caminhos, em muitos casos mais adequados que os anteriormente usados.
  2. Delegar responsabilidade (o que), mas não a autoridade correspondente. Admite-se a delegação gradual de autoridade, mas sempre existindo um mínimo de autoridade.
  3. Indefinição dos limites quanto a prazos, o início e término da tarefa, grau de autoridade.
  4. Abdicação: "Não quero ver mais isso". A chefia impede a colocação de dúvidas por parte do subordinado, aumentando a possibilidade de eventuais problemas na fase inicial da delegação.
  5. Não definir previamente formas de controle. É preciso definir o controle como uma forma de ajuda e não como sintoma de desconfiança, em relação ao subordinado.
  6. Expectativas ideais/perfeccionismo. Esperar algo do subordinado, mas não clarificar isso com ele; depois cobrar, como se tudo já fosse do seu conhecimento. Esperar que o subordinado execute a tarefa igual ou melhor que a chefia (a curto prazo).

Desafios e dificuldades

Causadas pelas Chefias:

  1. Não ter visão sistêmica do trabalho.
  2. Receio de perder poder.
  3. Medo de errar.

Causadas pelo Subordinados

  1. Não pedir delegação, não tomar iniciativa de alocar a execução de tarefas novas.
  2. Evitar assumir o risco da decisão.
  3. Incapacidade (técnica, psicológica etc), não ter habilitação, competência para execução da tarefa solicitada, preferir a segurança da rotina à ambigüidade/incerteza gerada pela execução de novas tarefas.

Vantagens

  1. Quando o chefe sai, o setor ou empresa não páram.
  2. Há produtividade nas atividades a serem realizadas.
  3. Organização do trabalho e desenvolvimento dos colaboradores
  4. Gestão do tempo e dos recursos.

Leituras Complementares

Palavras-chave: | delegação |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (3)
Ainda não há conteúdo relacionado.

Joaquim Txifunga em 13/06/2011:
Conteúdo sucinto e clavidente. Gostei muito e sei que vai me ajundar a compreenderr melhor uma cadeira do curso que estoua frequentar - Gestão e Inspeção em Educação. Muito bom aos autores - que continuem assim.

LEONIDAS LUIZ RUBIANO em 22/04/2010:
Bem objetivo, parabéns!

SANDRA MODESTO DA SILVA DO NASCIMENTO em 12/12/2009:
Adorei as informações sobre delegação de poderes. Estou cursando Gestão em RH e estas informações serão muito úteis para a minha carreira.

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos

Programa de Autodesenvolvimento



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.