O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
O RH.com.br deseja a todos Boas Festas!
Estaremos de volta dia 19/01
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






02/02/2009
RH » Grupos » Entrevista Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Como avaliar o comportamento de um profissional?

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Hoje ao efetivar uma contratação de uma pessoa, as empresas já não levam apenas em consideração o domínio técnico do profissional, mas também observam a bagagem das competências comportamentais - que se tornaram fator relevante para o alcance de uma performance positiva. Conviver bem com as adversidades, saber lidar com situações de conflitos, ser assertivo, comunicar-se bem com os pares e até mesmo bom-humor são diferenciais que podem determinar se um colaborador atende ou não às expectativas de uma organização.
Mas, qual o caminho certo para mensurar e avaliar o perfil comportamental de alguém? Atualmente, existem recursos disponíveis no mercado como, por exemplo, o EQ-Map - teste de medição do quociente emocional - que permite avaliar diversas características comportamentais do indivíduo. Utilizado no Brasil desde 2000 o EQ-Map direciona avaliações nos quesitos flexibilidade, integridade, expressão e consciência emocional, entre outros. Para Orlando Pavani Junior, CEO da Gauss Consulting - empresa que interpretou, traduziu e tropicalizou o teste para a realidade brasileira, muitas vezes não existe a necessidade de avaliar todo o escopo do funcionário, mas sim analisar seu perfil exatamente para o cargo que ocupa ou assumirá. "O foco da aplicação do EQ-Map está centrado na avaliação, por meio de um questionário com 258 perguntas, transformadas em 20 escalas que compõem o quociente emocional", destaca.
Em entrevista ao RH.com.br, Orlando Pavani Junior explica como esse teste internacional criado por Robert K. Cooper - Ph.D., presidente do conselho diretor da Q-Metrics, empresa de avaliação de dados de San Francisco, nos Estados Unidos - pode ser aplicado na prática, em que momento deve ser aplicado e suas vantagens. Boa leitura e confira a entrevista na íntegra.

RH.com.br - Qual o principal objetivo do EQ-Map?
Orlando Pavani Junior - O objetivo do teste EQ-Map é mapear as competências emocionais de uma pessoa, o que permite a comparação com as competências desejadas do cargo que a respectiva pessoa ocupa. Primeiramente, o teste foi criado para especificar as competências emocionais de um cargo e posteriormente mapear se a pessoa que ocupa este cargo detém das competências emocionais desejadas.

RH - Por que o Sr. tomou a iniciativa de trazer essa ferramenta para o Brasil?
Orlando Pavani Junior - Compramos o Guia de Interpretação do teste dos EUA e os aplicamos para uso próprio, ou seja, para conhecermos melhor as pessoas que participam de nossos treinamentos comportamentais. Com o tempo, adquirimos proficiência na interpretação do teste e começamos a utilizá-lo de forma mais profissional, vendendo as organizações o processo de especificação das competências emocionais dos cargos presentes na estrutura organizacional da empresa, para depois mapear as pessoas no sentido de avaliar o que já existe e o que precisa ser desenvolvido emocionalmente na pessoa por meio dos treinamentos específicos que nossa empresa dispõe.

RH - Foram realizadas adaptações à realidade brasileira?
Orlando Pavani Junior - Posso dizer que existiram algumas adaptações sim, principalmente na tradução e na nossa forma peculiar de aplicar o teste e de interpretar os resultados, por meio de seminários onde as pessoas recebem seu teste devidamente tabulado e vai, a partir das explanações conceituais, tirando suas próprias conclusões. No EQ-Map original, a pessoa sabe a que escala as questões que estão sendo respondidas, para evitar algum tipo de viés de resposta. Porém, o conteúdo do teste em si é idêntico ao original, com 258 questões.

RH - Em que situações o EQ-Map é indicado para ser aplicado nas organizações?
Orlando Pavani Junior - Pode ser aplicado, por exemplo, na comparação das competências emocionais da pessoa em relação às competências emocionais que o cargo exige. Também serve para se fazer uma auto-análise sobre os comportamentos atuais que podem estar prejudicando a pessoa sob os pontos de vista pessoal e profissional.

RH - Quais as vantagens que o EQ-Map traz para a área de Gestão de Pessoas?
Orlando Pavani Junior - Na realidade, o teste EQ-Map é o único instrumento que conheço e que retira da subjetividade exigências comportamentais anteriormente como, por exemplo, capacidade de atuar sob pressão - e permite que exista uma especificação mensurável para tanto. Estou cansado de assistir empresas especificarem comportamentos que jamais conseguirão avaliar se o ocupante do cargo tem ou não aquela competência emocional. O teste EQ-Map vem ser uma alternativa para resolver esta lacuna da área de Gestão de Pessoas.

RH - Qual a importância para as organizações mensurarem o quociente emocional das equipes?
Orlando Pavani Junior - A importância é total, pois este tipo de mapeamento simplesmente não existe nas corporações. Infelizmente, esta é uma "bola parada".

RH - De que forma o quociente emocional é mensurado?
Orlando Pavani Junior - É difícil explicar, pois são 20 escalas de comportamento que se referem a uma grande quantidade de características e interações entre ambas que faz toda a diferença nos momentos interpretativos. O teste, explicando agora de forma mais simplificada, divide-se em 20 escalas, que são subdivididas em 5 grandes grupos, da seguinte forma:
Grupo 1 - Ambiente Atual (com 2 escalas) que medem o quão a pessoa está feliz com o que "não gosta de fazer e infelizmente tem que fazer" e o que a pessoa "gosta de fazer e efetivamente faz".
Grupo 2 - Capacidades Emocionais (com 3 escalas) que medem a consciência emocional de si mesma, a expressão emocional fisiológica e a consciência emocional dos outros.
Grupo 3 - Competências Emocionais (com 5 escalas) que medem a capacidade de estabelecer o foco, a criatividade - é o único teste que eu conheço que mede criatividade explicitamente, a flexibilidade a mudanças, a autenticidade e a insatisfação construtiva.
Grupo 4 - Valores e Atitudes (com 6 escalas) que medem a perspectiva otimista da pessoa, a empatia, a capacidade de utilizar a sua própria intuição, a capacidade de decidir com base em dados e fatos, o carisma e a integridade.
Grupo 5 - Resultados (com 4 escalas) que medem o que as pessoas estão colhendo com seus recursos emocionais sob o ponto de vista da saúde geral, da qualidade de vida, do relacionamento e do desempenho global.

Veja o exemplo de como as escalas de comportamento são trabalhadas pelo EQ-Map:

Modelo do Gráfico Individual

RH - O índice do quociente emocional pode fazer a diferença para o desempenho profissional?
Orlando Pavani Junior - Não existe um índice numérico do quociente emocional de uma pessoa. São 20 escalas interpretadas individualmente e, a partir da consideração de interações, é possível um mapeamento emocional global da pessoa. Tem-se que tomar cuidado para não cometer o mesmo erro e confundir com o famigerado Teste de QI que acaba rotulando uma pessoa a partir de um número, tão questionado corretamente, em minha singela opinião, por Howard Gardner e demais estudiosos consagrados. O teste EQ-Map não gera qualquer tipo de índice definitivo da pessoa.

RH - Que ações a área de RH pode adotar ao identificar que o quociente emocional de uma equipe está "negativo"?
Orlando Pavani Junior - Primeiramente não existe também quociente emocional "negativo". O que existe são comportamentos, fruto de algum tipo de lastro emocional, que podem ser classificados como adequados ou inadequados, dependendo ainda do que a pessoa espera para si mesma ou dependendo do que aquele cargo espera de seu ocupante. Comportamento é comportamento e tudo depende do que estou colhendo com determinado comportamento. É comum ouvir pessoas que se manifestam felizes com seu comportamento, mas hesitam em dizer o mesmo quando perguntado sobre a opinião das pessoas que convivem com elas. Em síntese, mapeamento emocional serve para entender melhor as características mais viscerais, aprender com isto a ponto de conduzir processos individuais de mudança - com relação àquilo que não gostou de saber sobre si mesmo, ou de reforço com relação àquilo que gostou de saber sobre si mesmo.

RH - Existe alguma restrição ao uso do EQ-Map?
Orlando Pavani Junior - Não vejo restrições, exceto as clássicas de não deixar que pessoas despreparadas ou com pouca experiência vivencial no uso da ferramenta comecem a utilizar a mesma de forma irresponsável.

Palavras-chave: | Orlando Pavani Junior | competência | EQ-Map |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (34)
Maria Luiza Mattos em 20/08/2013:
Gostaria de saber onde posso adquirir esta ferramenta?

Igmar Batista da Silva em 07/05/2010:
Na realidade gostaria de saber de algum gestor de pessoas como avaliar a capacidade de comunicação para contratação de um auxiliar de escritório que fará atendimento telefônico em um escritório de cobranças. Desde já agradeço e fico no aguardo.

Letícia Paiva em 23/02/2010:
Parabens pelo artigo! Fiquei bastante interessada em conhecer essa ferramenta para utilizar na minha empresa! Sou Psicóloga, onde posso conseguir? Desde já agradeço!

Marcial Martins Cabral em 21/01/2010:
Parabéns pelo artigo. Gostaria de conhecer melhor essa ferramenta. Onde posso conseguir material para utilizá-lo?

Ilma Pereira em 12/09/2009:
Onde posso adquirir o EQ-Map, para utilizar na minha empresa? Grata Ilma

ANALICE SARDINHA- rj em 13/08/2009:
ótima matéria. Gostaria de saber como obter o marterial EQ-Map? Grata.

Deise em 08/08/2009:
Onde consigo a ferramenta EQ-MAP?

Euvanice Martins de oliveira em 05/08/2009:
Muito oportuno o artigo. Aliás esta é uma marca indelével da Patrícia: ofertar informações atualizadas e objetivas. Gostaria de saber como faço para adquirir esta ferramenta e se tem alguma restrição para aquisição e utilização da mesma. Um forte abraço, Euvanice Martins

Maria Estrela Queha em 13/07/2009:
Gostei muito do texto, acho bastante interessante, gostaria de saber como posso adquirir e usar o MQ-Map bjs

Ana Regina Ribeiro em 25/06/2009:
Olá, primeiro parabéns pela matéria, segundo gostaria de saber como adquirir o EQ-map. Desde já obrigada.

ELISANGELA REGINA DA SILVA em 05/06/2009:
Patrícia: Parabéns, você tem trazido sempre ótimas matérias essa é mais uma delas. Gostaria de saber se há possibilidade de conseguir o teste "EQ-Map", e qual profissional esta habilitado em aplica-lo. Aguardo retorno. Abraço Elisângela

janaina Carla em 04/06/2009:
Gostaria de saber como adquirir o EQ-Map. Para poder utiliza-lo. Obrigada

Carolina em 27/05/2009:
Gostaria de saber como faço para adquirir esta ferramenta e se tem alguma restrição para aquisição e utilização da mesma. Grata, Carolina

Raquel Aragon em 19/05/2009:
Notei a importância e as vantagens que o EQ-Map traz para a área de Gestão de Pessoas. Como posso aplicar na minha Empresa??

FRANCY ROSE MOTA DA SILVA em 10/05/2009:
Gostei muito da matéria e realmente as organizações estão precisando trabalhar as competências emocionais, pois delas provém os distúrbios no comportamento e desempenho dos funcionários, assim como combinadas e equilibradas promovem grandes resultados. Fiquei interessada em conhecer melhor esta ferramenta e obtê-la, porém como conseguí-la? Fico no aguardo desta informação.

DOUGLAS CARDOSO DINIZ em 03/05/2009:
TENHO ACOMPANHADO MUITOS DE SEUS INFORMES NESTE VEÍCULO E TENHO ALIMENTADO MUITO MINHA MANEIRA DE TRAB E POSTURA. GOSTARIA MUITO DE CONHECER ESTE TESTE TBM, ASSIM COMO OUTROS COMENTÁRIOS QUE LI, PORÉM, ANTES PARABENIZO SUA BUSCA E AGRADEÇO E MUITO SUA COLOBORAÇÃO COM INTELIGÊNCIA E PRESTEZA NAS INFORMAÇÕES DADAS. COMPARTILHO DE SEU OBJETIVO QUE CONHECIMENTO PODE SER UTILIZADO A AJUDAR OS DE MENOS OPORTUNIDADE, MAS COM SEDE NA BUSACA DE SER HUMANOS MAIS CAPACITADOS. ABRAÇOS E SUCESSO SEMPRE......AH INF. SOBRE O TESTE RSRS

Gilberto Olgado em 14/04/2009:
Avaliar o comportamento através do momento emocional da pessoa as vezes pode ser muito subjetivo. É certo que o equilíbrio emocional faz com que a pessoa produza mais na empresa, que mantenha o foco no trabalho, crie mais, use mais sua capacidade profissional. E também que quando uma pessoa passa por problemas emocionais negativos sua produção caia de forma drástica. Então a aplicação deste teste pode avaliar positivamente ou não uma pessoa em determinado momento, dependendo de como ela está emocionalmente. Mas acho válido, com certeza este teste pode monstrar os pontos fortes e fracos da pessoa em lidar com situações difíceis na vida profissional e particular. Talvez deva ser aplicado várias vezes, em momentos diferentes para que se possa fazer uma avaliação mais correta da pessoa. Grande abraço.

rosi tavares em 08/04/2009:
Bom dia! adoro RH e vejo que cada vez mais nos trás assuntos importantissimos sobre o comportamento organizacional. Uma das causas mais frequente de desanseios trabalhistas, colaboradores vão perdendo o TICK de trabalho muitas vezes pelo relacionamento pessoal em organizações. Isso me interessa e muito.... Bjoooooo,

janice amorim em 05/04/2009:
Gostaria de adquirir o material EQ-Map de Orlando P Junior, gostei e achei muito rico . Grata, Janice Amorim

Mayna Fernanda de Oliveira Pinto em 19/03/2009:
Gostaria de conhecer mais profundamente sobre a ferramenta. Onde posso conseguir? Grata, Mayna.

Telma Nogueira Marques em 12/03/2009:
como adquirir esta ferramenta? qualquer profissional pode utilzá-lo. aguardo resposta.

josefina R Madeira em 18/02/2009:
Otimos muito bom , todos os assuntos só nos tem a enriquecer o nosso conhecimento .Parabens!!!!!!

Rosi Schlosser em 18/02/2009:
bom dia! adorei esse texo de como avaliar um profissional, muitas empresas cobram tanto e no entanto na hora de avaliar seu profissional acaba pecando, deixando a oportunidade e a hora certa de corrigir. todo recrutamento tem custos e então porque não investir um pouco mais e manter um certo acompanhamento do profissional por tempinho a mais? o profissional presisa mostrar seus talentos e não a empresa....ele precisa ajustar se aos afazeres e necessidades da empresa e não a empresa dele, até pode ser que alguns tem maneiras diferentes de trabalhar, mas desde que o resultado seja sempre o melhor e direcionado aquilo que almejam os diretores, pra isso avaliar os profissionais requer atençaõ , experiencia e acima de tudo conhecimento pela parte do avaliador, ou seja, trabalha em forma de maestro, numa mesma sintonia e de forma necessária. Precisa ser julgando seu comportamento, seja ele positivo ou negativo, senão de nada adianta avaliar..avaliar e avaliar.Assim que penso e investiria em conhecimentos na empresa em que trabalho. obrigada!

Úrsula Koehler em 17/02/2009:
Patrícia: Gostaria de saber se há possibilidade de conseguir esta testagem o "EQ-Map", achei muito interessante. Aguardo retorno. Abraço Úrsula K.

Patricia Bittencourt em 12/02/2009:
Patrícia achei ótima a matéria gostaria apenas de dar uma dica com relação a gráficos. Se você optar por colunas você terá uma visualização e um comparativo muito mais eficaz.Gráficos como esse dificultam a análise e visualização e quem não gosta ou não está familiarizado pouco ou quase nada impactam. Patrícia Bittencourt

raquel oliveira em 06/02/2009:
Como fazemos para ter acesso a ferramenta, para uma melhor análise? grata, Raquel Oliveira

Claudio Antonio dos Santos Silva em 06/02/2009:
Achei muito interessante o artigo e o material parece-me maravilhoso. Gostaria de saber como ter acesso a ele? grato

sonia regina serra da silva em 06/02/2009:
Preciso ter acesso a esse instrumento de avaliação. Como consequir?Consigo em Belo Horizonte?Tem treinamento para saber melhor trabalhar com esse teste? Aguardo resposta. Sonia Serra

Fatima Tonezer em 05/02/2009:
Muito interessante esse artigo, trata-se de um tema essencial na gestão de pessoas, uma forma de avaliar e auxiliar no desenvolvimento pessoal. Gostaria de ter acesso a esse teste. Um abraço Fátima

Fúlvio Simoni em 04/02/2009:
Acho que não há como supervisionar conciências...

Maria Christina Dunshee de Abranches em 04/02/2009:
Acho essa ferramenta super interessante e importante, desde que haja extremo bom senso e responsabilidade na sua utilização. Fico um pouco preocupada com tanta necessidade se de controlar todas as variáveis de um processo, o que pode distanciar o ser humano do desenvolvimento da a sua capacidade de sentir e perceber, apenas cumprindo etapas no emprego de uma tarefa. Gostaria de conhecer o teste.

Fabiana Maria Santos de Jesus em 04/02/2009:
Essa avaliação do comportamento profissional é extremamente necessário, acredito que a quantidades de perguntas de certa forma pode ser um teste, por que demanda tempo, paciência e muita atenção, e estes elementos são fundamentais em um ambiente de trabalho, além da importante relação interpessoal .Trabalho em um escritório de contabilidade e estava falando hoje sobre a forma como seleciona um candidato, aqui o que é valorizado é justamente a competência técnica, e por conta disso após a contratação é que aparece os problemas, um deles é o trabalho em equipe e a empatia( não ocorre).Acredito que o fundamental no período de seleção ter mais cuidado com a valorização do técnico , já que a relação interpessoal é de suma importãncia para a excelência do trabalho. Fabiana Maria ( salvador Ba)

angela borges rodrigues paes de moraes em 04/02/2009:
Olá Patrícia, tudo bem com você? Sempre que posso, procuro ler seus artigos. Eles são claros, concisos, lúcidos e pertinentes. Um abraço fraterno, Angela Paes!

Marcus Tito em 04/02/2009:
Muito interessante.Nunca tinha ouvido falar nesta ferramenta.O único ponto que achei estranho foi ter 258 perguntas para a pessoa responder, o que acredito que na metade do questionário, pode existir pessoas que ja não tenham mais condições de responder ao questionário

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Programa de Autodesenvolvimento

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.