O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Participe do 8º Congresso de RH pela Internet.
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






14/08/2006
RH » Grupos » Matéria Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Gestão participativa é marca da Marisol

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Quando se fala em fortalecer o elo empresa-colaborador, existem organizações que utilizam os mais variados recursos: adoção de programas de qualidade de vida, realização de festas comemorativas, implantação de benefícios diferenciados e até uma forte política de comunicação interna. Sem desmerecer toda essa oferta, pois cada uma atende a uma finalidade específica, mesmo implantando essas e outras ações ainda há empresas que sentem a falta de algo para fortalecer o diferencial do negócio: o comprometimento dos colaboradores.

Sem uma equipe que se sinta parte efetiva do negócio e compreenda a sua importância na condução de cada processo corporativo, é pouco provável que a companhia conte com funcionários que superem metas ou agreguem real valor ao dia-a-dia corporativo. Mas, então, o que fazer? Uma das alternativas adotadas por algumas corporações tem sido a gestão participativa - um conceito de administração que possibilita a criação de espaço e oportunidades, para que os colaboradores participem do desenvolvimento da empresa.

Isso é justamente o que ocorre na Marisol S.A. - organização que implantou a gestão participativa em sua cultura e que há 15 anos apostou na criação de comitês que representam os colaboradores. De acordo com Marcos Roberto Zick, gerente de RH, a organização empresa adotou essa estratégia porque tem convicção de que são as pessoas que fazem a diferença e de que quanto maior for o envolvimento dos profissionais nas decisões corporativas, maior será o engajamento para a concretização dos objetivos da companhia.

A Marisol tem sua matriz e uma unidade instaladas em Jaguará do Sul e outras unidades em Benedito Novo, Corupá, Massaranduba e Schroeder. Todas essas cidades localizam-se no Estado de Santa Catarina. Contam com cerca de 3 mil colaboradores e têm capacidade para produzir 19 milhões de peças de roupa por ano, destinadas aos mercados nacional e internacional. A Marisol Nordeste está situada em Pacatuba, Região Metropolitana de Fortaleza, no Ceará, e nela trabalham 1.100 colaboradores. Já a Marisol Calçados encontra-se em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, com capacidade de produção de 3,2 milhões de pares de calçados infantis por ano. A Marisol Franchising - lojas franqueadas temáticas estão predominantemente em shoppings centers e utilizam o nome fantasia de Lilica & Tigor. São mais de 52 lojas em operação em todo o Brasil.

Atualmente, a Marisol S.A conta com 25 comitês operacionais e grupos de trabalho, que possuem em sua estrutura de quatro a oito integrantes, além de cinco comitês executivos. Cada grupo tem uma atribuição específica, de acordo com sua área de atuação e realizam reuniões com periodicidade mínima de um mês. Cabe aos comitês, por exemplo, deliberar sobre assuntos a eles submetidos e cuja norma básica é a formação dos estudos, antes de serem apreciados pela diretoria. "Temos os comitês de marketing, de Recursos Humanos, de Compras, entre outros", exemplifica o gerente de RH da organização.

Vale destacar que os comitês são coordenados por colaboradores com domínio sobre os temas que estão sob suas responsabilidades. Anualmente, é revista a composição desses e realizada a avaliação de desempenho de cada comitê. "Os membros devem ter alguma afinidade com os temas tratados e eles, os membros, são escolhidos por um consenso do próprio comitê", reforça Zick, ao acrescentar que para apresentar as suas propostas, após cada reunião, os comitês elaboram uma ata, contendo os assuntos que foram tratados e as respectivas decisões tomadas. Esse documento, por sua vez, é encaminhado para avaliação do comitê executivo, que se reúne, semanalmente, e é formado pelos diretores da empresa.

Depois que as propostas são avaliadas, o comitê executivo formula uma ata, com a decisão sobre cada tema avaliado pelos comitês operacionais, cabendo ao diretor responsável repassar, quando necessário, mais esclarecimentos aos coordenadores dos comitês que enviaram suas sugestões. O gerente de RH da Marisol afirma, ainda, que todos os assuntos avaliados pelos comitês operacionais possui sua relevância e contribuem de alguma forma para a gestão da empresa. Para exemplificar os trabalhos desenvolvidos através da gestão participativa, Zick cita que o comitê de Recursos Humanos avalia decisões relacionadas à concessão de bolsas de estudos, aos treinamentos ministrados para a empresa e à criação ou alteração de benefícios. Através desse trabalho, foram avaliadas ações como Gestão de Performance, Programa de Voluntariado, Programa de Trainees, Programa de Estágio, entre outros.

Quando questionado sobre os benefícios gerados pela gestão participativa, o gerente de RH comenta que através desse procedimento, a empresa encontra uma forma de compartilhar as decisões tomadas pela diretoria e, ao mesmo tempo, assegura o engajamento dos colaboradores na execução daquilo que foi determinado pela alta direção. Outro aspecto relevante desse tipo de administração, é que as decisões são previamente avaliadas e condensadas pelos comitês, o que facilita a deliberação da diretoria. Assim, as decisões deixam de ser de um gerente ou de um departamento, sendo compartilhadas por um grupo multidisciplinar.

"A comunicação das decisões é levada ao conhecimento de todos os profissionais ao mesmo tempo, pelo mecanismo oficial da empresa que é a ata do comitê executivo", menciona Marcos Roberto Zick. Em relação aos benefícios que a gestão também proporciona especificamente aos funcionários, ele afirma que os profissionais desenvolvem competências como tomada de decisão, liderança, comunicação, construção de argumentação e, é claro, participação ativa nas decisões que afetam o dia-a-dia corporativo.

Cabe ainda mencionar que além dos comitês executivos e operacionais, o processo de gestão participativa da Marisol conta também com outros grupos como, por exemplo:
* Círculos de Controle de Qualidade - Atualmente, são 48 grupos formados por colaboradores de diferentes áreas, que se reúnem periodicamente com o objetivo de discutir e propor melhorias de ambiente e de processos da empresa;
* Grupos de Planejamento Estratégico - Totalizam 13 grupos que definem e acompanham os planos táticos, estruturados com base no planejamento estratégico da organização;
* Panorama Marisol - Semanalmente, a Marisol reúne os líderes, para alinhar todos os gestores aos objetivos da empresa. As lideranças, posteriormente, têm a responsabilidade de multiplicar as informações recebidas, compatibilizando as mesmas à área de atuação de cada colaborador;
* Grupos de Gestão do Clima Organizacional - São 11 grupos de trabalho que atuam sobre os pontos de melhorias, identificados na pesquisa de clima.

Palavras-chave: | Marisol | gestão participativa |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (1)
Wesley Cesar Mariano em 23/04/2009:
Olá Patricia, Sou Gerente de RH e também professor na UnG, das disciplinas de RH, TGA, TGS e MKT. Muito interessante este "case", acredito que este tipo de cultura deveria ser mais dissiminado, martelado, pois Peter Senge autor do livro a 5º Disciplina, já abordava este tema, que as empresas devem deixar de serem vistas como máquinas, onde as decisões são tomadas no topo, totalmente tradicionais e sim passar a serem vistas como organismos vivos. Pois bem, se começarmos a olhar as organizações desta forma, poderemos entender um pouco melhor a gestão participativa, porque a partir dai teremos o sistema sendo alimentado, lubrificado com informações que vem da base, da onde realmente os resultados começam a ser construidos. Parabéns pela matéria, estarei utilizando inclusive em sala de aula. Abraços, Wesley Cesar Mariano Gerente de RH Tubos Oliveira Ltda

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Seminários RH.com.br

8º ConviRH



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.