O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Obrigado a todos os participantes da 1ª Turma Jornada Virtual!
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






16/04/2002
RH » Liderança » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Os desafios da liderança contemporânea

Por José Alberto Braga para o RH.com.br

Exercer a autoridade pode ser suficiente em épocas de estabilidade, mas para um ambiente em constante transformação, quando mudam as regras que determinam estruturas, valores, normas, processos e sistemas é preciso haver liderança. E no exercício de um poder justo, o líder autêntico cria estratégias, determina a direção que a empresa deve seguir para alcançar um conjunto de metas e faz com que seus colaboradores o sigam por estarem convencidos da validade de suas idéias. É importante ter paixão e entusiasmo, que impulsionam os líderes, que os motivam a investir o tempo e esforços necessários para criar a visão e depois transmiti-la para ajudar a inspirar outras pessoas.

Segundo o Presidente do Banco de Boston, Henrique Meirelles, “Liderar é transmitir um sonho. É preciso inspirar as pessoas a chegar a um lugar em que elas ainda não estão. Não basta motivar-se, tem de motivar os outros. Não basta ter uma idéia clara de onde ir, mas principalmente de como ir”.

Kouzes e Posner citam cinco práticas observáveis que podem ser aprendidas e que conduzem à liderança:
* Desafiar o processo
* Inspirar uma visão compartilhada
* Capacitar os outros para agir
* Modelar o caminho
* Encorajar o coração

Em seu papel mais importante hoje, o líder eficaz é aquele capaz de criar condições para o florescimento da liderança em outros, identificando e cultivando líderes potenciais em todos os níveis. Isto porque as grandes empresas estão se decompondo em unidades menores de negócios para se tornarem mais competitivas.

Enfrentar riscos, ter persistência para alcançar resultados desafiadores, ter coragem, ser ético, construir novos valores de gestão, fazer com que as pessoas se desenvolvam, ajudar as pessoas a encararem a realidade e mobilizá-las para que façam mudanças, são as responsabilidades do líder hoje, que ultrapassa tudo o que se falou e esperou dos líderes do passado.

O líder como gestor de pessoas

Seu grande desafio será integrar e fazer interagir harmoniosamente as funções do negócio com as funções de liderança. Para isto, é imprescindível para o líder ampliar sua visão do macro-ambiente político, econômico e social, e das variáveis atuantes num mundo globalizado e competitivo; ser educador; ser hábil negociador; ter o diálogo franco e aberto e, principalmente, cultivar ambientes de aprendizagem onde as pessoas possam errar sem que haja punições. Enfim, ser Gestor de Negócios voltado para Resultados em Ambientes de Competitividade e Gestor de Pessoas.

A liderança é árdua para as pessoas que trabalham com os líderes e para os próprios líderes. Os abusos do exercício do poder que provocam tantas dores nas pessoas e perdas significativas para as empresas, podem ser amenizadas e extintas através de lideranças mais bem preparadas, mais conscientes e fortalecidas pela legitimidade, conseguida através do próprio grupo e da qualidade dos relacionamentos que estabelece com sua equipe de trabalho.

Ronald Heifetz nos dá sete lições de “Como Exercer a Liderança”:
* Inspire as pessoas. Descubra o que é importante para elas e como isso pode se relacionar com as metas da empresa.
* Tenha uma visão abrangente: tome distância, observe os problemas e interprete o que está acontecendo.
* Ouça não apenas o que as pessoas dizem – mas também COMO dizem – quando defendem uma idéia.
* Mantenha confidentes e aliados por perto. Eles servirão para dar apoio moral, trocar idéias e ser seus defensores.
* Defenda as boas idéias com entusiasmo. E tenha coragem para rejeitar as más assim que surgirem.
* Não esqueça: renovar-se espiritualmente é uma necessidade. Dê um tempo para si mesmo de vez em quando.
* Demonstre Empatia. Respeite as dificuldades dos subordinados em lidar com as mudanças.

E, após tudo isso, tenho que concordar com Peter Frost da Universidade do Canadá, em sua tese de que precisamos ter mais Compaixão nas Organizações e estarmos também atentos aos líderes, dando-lhes apoio e compreensão para este grande desafio humano: o de lidar com pessoas e resultados.

Além de receber apoio, o Líder consciente e ético precisa assumir seu papel de ajudar as pessoas, dar um significado e um sentido para a realidade organizacional, conversar, dar suporte afetivo e emocional aos seus colaboradores; entender que resistências não são só dos liderados, mas também deles próprios. Deverão rever se seus valores e suas crenças estão adequados a essa nova realidade. E, certamente, que muitas delas precisarão ser abandonadas.

Sem confiança, ninguém corre riscos. Sem correr riscos, ninguém desenvolve a coragem. A confiança e a coragem resultantes da conquista do próprio caminho produz grandes solucionadores de problemas. A verdadeira liderança envolve ter a coragem de encarar a realidade e ajudar as pessoas a sua volta para que façam o mesmo.

A função da Liderança Contemporânea não é a de evitar traumas sobre as pessoas, mas sim, minimizá-los. As organizações devem criar ambientes organizacionais que as levem a patamares mais elevados de competitividade. É fundamental desenvolver a competência das pessoas dentro de suas equipes para manter a empresa numa dinâmica competitiva, construindo novos valores e culturas organizacionais flexíveis e adaptáveis ao novo cenário.

Portanto, é preciso um ambiente de aprendizagem onde as pessoas e os líderes possam processar a capacidade de criar, inovar e aplicar a aprendizagem no trabalho para desenvolver equipes de alto desempenho. Desta forma o líder dá o exemplo e passa a ser um modelo de liderança centrado em princípios de Gestão capazes de despertar a motivação e o entusiasmo, de reconhecer, recompensar, valorizar, aceitar desafios e assumir riscos, levando as pessoas ao crescimento e desenvolvimento contínuos para que se sintam mais felizes e realizadas, compartilhando a emoção de criar o futuro.

Palavras-chave: | líder | contemporâneo |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Programa de Autodesenvolvimento

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.