O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
A Jornada termina hoje ao meio-dia
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






08/09/2008
RH » Liderança » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Um líder visionário!

Por Marizete Furbino para o RH.com.br

Nos dias atuais, com excessiva competição, torna-se de fundamental importância conhecer e compreender as necessidades dos clientes e ser, além de um intra-empreendedor, um líder visionário. Este gestor é focado no futuro, possuidor de uma visão micro e macro do negócio, como também do mercado, capaz de discernir e prever, se antevendo ao futuro.

Podemos ressaltar que este profissional é indispensável numa empresa que quer ser competitiva no mercado. Para tal, deve-se identificar a pessoa que tenha tal talento e tê-la a todo custo na empresa. Mas deve-se, igualmente, ter extremo cuidado e saber distinguir um “visionário realista” de um “delirante”. Nem sempre isso é fácil, já que a fronteira entre o “ousar de forma conseqüente e com pé no chão” e o “ousar de forma extravagante e onírica” é bem tênue.

Grandes idéias que foram ousadas e deram certo são diferentes de idéias insensatas que submergiram uma organização. Testes psicológicos específicos podem ajudar na seleção de um profissional com as características de líder visionário conseqüente. Outra estratégia para preservar a companhia de futuros aborrecimentos é acatar novos conceitos desse profissional recém-contratado e a quem se atribui a característica de “líder visionário”, mas que tenham baixo impacto nos negócios da empresa. À medida que a confiança cresce, opiniões mais arriscadas e de maior impacto podem ser aceitas.

Dentro desse contexto, através de um comportamento dinâmico, ativo e pró-ativo no exercício da função, observa-se que, o líder visionário é capaz de enxergar oportunidades onde ninguém as vê, e, por conseguinte, obter além do resultado esperado, poder, fazendo assim, o seu diferencial. Nesse sentido, à medida que enxerga a realidade em que a empresa está inserida, e através do exercício do pensar e do repensar sobre o posicionamento da empresa frente ao mercado, o gestor possui a capacidade de não apenas desvendar a realidade existente, mas de realizar adaptações.

Além disso, ele pode provocar mudanças necessárias e, em tempo hábil, transformar a realidade encontrada, criando e inovando sempre, colocando em prática suas idéias e procurando realizar um verdadeiro trabalho em equipe. O gestor deve preocupar-se em atuar de forma a estabelecer parcerias com todos os stakeholders, com a finalidade de desenvolver, crescer e melhorar cada vez mais a empresa no qual exerce sua função através da pró-atividade.

Deve-se ressaltar também que, por meio de sua autoconfiança, se permite correr riscos, ousar e até mesmo errar, o que contribui para que a organização não apenas alcance resultados além do esperado, mas esteja um passo à frente das ameaças do mercado.

Através de suas competências, habilidades e conhecimentos, o líder visionário passa a ser um exemplo para a empresa, pois, além de ter uma clara visão de onde quer chegar e qual o caminho a percorrer, não perde o foco e nem a visão um instante sequer. Possui um incansável entusiasmo, irradiando luz e energia a todos ao seu redor, incentivando e conseguindo mobilizar aos que prosseguirem a caminhada em prol de objetivos comuns.

O gestor com muita garra e muita vontade de vencer, se esforça ao máximo em prol da empresa, dando o melhor de si e sendo um agente de mudanças, assim como um ser transformador, dando sempre a sua contribuição de forma perene. Deste modo, conduz a empresa à “decolagem” frente ao mercado.

Somados a isso, o líder visionário, além de ser cheio de sonho e de fé, acredita piamente no resultado favorável e correspondente a seus ideais. Enxerga “anos-luz” à frente dos demais profissionais, o que o permite transformar dificuldades, obstáculos e ameaças em oportunidades, fazendo destes entraves um “trampolim”.

Sabedor de que, apenas através da soma é que se consegue um bom resultado, o líder visionário, além de deixar claro para todos da empresa a sua visão e a sua proposta de trabalho, age de forma bastante otimista. Não se deixa abater pelas dificuldades encontradas, esbanjando sempre muita energia, muito entusiasmo e muita vontade de fazer acontecer, ficando sempre bem atento ao seu propósito e, dessa forma, surpreendendo sempre os demais profissionais com os resultados alcançados.

Um outro aspecto que devemos ressaltar é a sua transparência no exercício da função, sua boa comunicação e seu poder de persuasão. Envolve todos ao seu redor despertando e criando um forte espírito de equipe, onde todos, ou a maioria, aprende a admirá-lo por sua sabedoria. Assim sendo, possui o poder de converter tanto os clientes internos quanto os externos em fãs incondicionais, levando todos os envolvidos a abraçarem e a defenderem determinada causa.

Somados a isso, o líder visionário geralmente é cercado de pessoas que compartilham de sua visão e que contribuem de alguma forma para fazer das probabilidades, possibilidades; das idéias e dos projetos, realidade. Como é bastante focado, tem um propósito definido, não admite ser disperso. Assim, com a cabeça erguida e os pés no chão, exerce o papel de mediador, orientando e fornecendo aos demais, subsídios no que tange ao alcance dos resultados. Portanto, transfere simultaneamente o papel de líder aos liderados, somando forças juntamente com toda equipe e mantendo sempre o foco no alvo a ser atingido, não se deixando dispersar e nem se abater frente às dificuldades.

Entretanto, é muito exigente e, por conseguinte, não consegue agradar a todos, mas, os profissionais que permanecem ao seu lado, são extremamente motivados, satisfeitos e comprometidos. Finalmente, reconhece que está de passagem pelo cargo de liderança. Tem a humildade para reconhecer que está no cargo para servir, somar forças, e assim, cria e articula sua visão envolvendo os demais profissionais da empresa, procurando fazer o que for preciso em prol da eficiência, eficácia, e melhoria contínua, como também sempre desejando realizar um trabalho conjunto para acertar o alvo, perseguindo assim, o objetivo esperado.

Diante do exposto, constata-se que, em meio a trajetória neste mercado selvagem, é de suma importância que a empresa seja composta e apóie líderes visionários, pois, são profissionais altamente comprometidos e de visão estratégica intensa. Isso constitui em uma vantagem competitiva e contribui para que a organização faça a diferença e decole no meio corporativo por um período mais longo de tempo.

Palavras-chave: | líder | liderança |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (1)
Sergio Monk em 12/05/2009:
Diante desse e de tantos outros "Diante do exposto" devo admitir que Marizete é mesmo uma mestre. Ao conseguir juntar todos os termos e expressões que os inúmeros congressos e works shops de RH utilizam; usá-los dentro do mesmo artigo e deixar a MAIORIA de meus colegas, todos meio idiotas, babando durante a leitura. Tudo isso é o obvio, mas aquele óbvio que não precisa ser dito. Leiam os precusores da Administração Cientifica e pronto. Nas empresas eficientes o Gerente é lider e o lider se não se tornar Gerente vai gerenciar na organização informal. Que achem o profeta. A única indústria que mantém empregado um Passivo é a do sexo.

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Programa de Autodesenvolvimento

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.