O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






05/12/2011
RH » Liderança » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

A importância da assertividade para o líder

Por Julio Cesar S. Santos para o RH.com.br

Alguns autores de Administração afirmam que a assertividade de uma pessoa é a sua capacidade de se posicionar de forma confiante e objetiva, defendendo claramente seu ponto de vista. Porém, essa importante característica profissional tem sido entendida de forma equivocada por muitas pessoas, as quais acabam confundindo assertividade com agressividade ou arrogância.

Vivemos numa sociedade caracterizada pela crescente violência e, muitas vezes, esta agressividade acaba sendo confundida com a assertividade, de tal maneira que as pessoas agressivas se autointitulam "assertivas" ou "muito francas". Ou até ao contrário, algumas pessoas não assumem suas posições de forma simples e autêntica, com receio de serem tachadas de agressivas.

O dicionário Houaiss nos dá conta que assertividade é "a qualidade ou condição do que é assertivo". Assertivo: "que faz uma asserção; afirmativo locutor declara algo, positivo ou negativo, do qual assume inteiramente a validade; declarativo; afirmação que é feita com muita segurança, em cujo teor o falante acredita profundamente".

Quando tratamos especificamente dessa qualidade em profissionais de liderança, pode-se afirmar que a assertividade seria aquela qualidade essencial que ajuda o líder a atuar em defesa seus nossos próprios interesses, sem precisar ser agressivo ou arrogante. Diante disso, propomos aos líderes a seguinte reflexão:
- Você expressa livremente sua opinião, mesmo sabendo que ela contraria a opinião de outras pessoas no seu ambiente de trabalho?
- Como você reage quando alguém "fura" a fila na sua frente?
- Você tenta aproximar-se e conversar com pessoas estranhas em reuniões ou festas?
- Você consegue manter o "olho no olho" quando está conversando com alguém?
- Você xinga e grita com as pessoas quando sua paciência estoura?
- Você sente-se mal ao recusar favores a amigos, mesmo os mais abusados?
- Você sente-se à vontade em pedir favores a alguém?

Obviamente não existem respostas certas ou erradas para essas perguntas e, certamente, as respostas também variam conforme as circunstâncias. Porém, ao analisarmos cada questão é possível avaliar nosso posicionamento e nosso grau de assertividade em situações do cotidiano.

Dessa forma, o líder deve procurar aumentar seu grau de assertividade porque junto a ela cresce a segurança em interagir com as outras pessoas, afiando as habilidades de liderança e aprofundando o autoconhecimento do próprio líder.


Cinco motivos para o líder aumentar sua assertividade:

- Diminui sua ansiedade - Pessoas assertivas são menos tensas e estressadas em situações de conflito, pois o líder assume com mais segurança suas próprias opiniões e se mantém relaxado e alerta o suficiente para defendê-las com presença de espírito.
- Expande sua liberdade - Tomar o controle da própria vida e decidir por si próprio o que fazer e por que, desperta o sentimento de liberdade e poder que as pessoas passivas jamais conhecem. Não há substitutos para o sentimento de tomar a responsabilidade sobre a própria vida e defendê-la com afinco.
- Ganha tempo livre - Ajudar outras pessoas é uma atitude positiva que nos torna melhores seres humanos, mas há muitas oportunidades em que devemos dizer não. Nosso tempo é precioso e aprender a dizer não é uma forma de delimitar o quanto estamos dispostos a doá-lo ou usá-lo em proveito próprio.
- Melhora a qualidade nos relacionamentos - Com o tempo, a assertividade contribui para que a qualidade dos relacionamentos melhore muito, pois as relações de poder equilibram-se, as conversas tornam-se mais sinceras e construtivas, e as pessoas têm o privilégio de conhecer se melhor.
- Melhora a sua auto-imagem - Muitas pessoas deixam de lado suas opiniões próprias porque têm medo de que seus amigos deixem de gostar deles ou porque receiam que suas ideias sejam vistas como inúteis - ou imbecis. Esta atitude não resolve os problemas do líder, apenas perpetua uma posição passiva de baixa autoestima.

Naturalmente, ao emitir posicionamentos próprios, o líder será eventualmente criticado ou até mesmo ridicularizado, mas isso não deve preocupar pessoas assertivas, pois mesmo falando besteiras vez por outra, ele já conquistou antes o respeito das outras pessoas e, principalmente, de si próprio.

 

Palavras-chave: | assertividade | estilo de liderança |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (2)
Jaqueline Moreira em 05/01/2012:
Achei o artigo bem interessante. Você tem algum curso que aborde a assertividade? grata, Jaqueline Moreira

Jeronimo Mendes em 29/12/2011:
Muito bom seu artigo, Julio Cesar. Compartilho com as suas palavras. Parabéns !!!

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Seminários RH.com.br

Contagem Regressiva



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.