O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Obrigado a todos os participantes da 1ª Turma Jornada Virtual!
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






22/07/2003
RH » Liderança » Matéria Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Pão de Açúcar avalia gestores

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

"O time dos sonhos" - estas são as palavras que o empresário e atual presidente do Conselho de Administração Abílio Diniz, costuma usar quando se refere aos cerca de 60 mil funcionários do Grupo Pão de Açúcar. Mas isso não é apenas uma força de expressão ou mesmo uma alusão à famosa equipe de basquete americana. Muito pelo contrário. Na luta para reter seus talentos humanos, a companhia vem apostando em vários segmentos como qualidade de vida, comunicação interna, remuneração, treinamentos e liderança.

E foi por causa dessa cultura corporativa que em junho de 2002 o Pão de Açúcar criou um programa voltado para dar treinamento aos gerentes e, conseqüentemente, melhorar a relação líder-liderado.

Com base em três pilares - ferramentas de gestão; ações continuadas de comunicação e capacitação, a empresa instituiu o Programa Gestão de Gente Feliz. E o resultado desta ação foi uma equipe mais coesa e produtiva. "Com esta iniciativa, nós pretendemos reforçar o papel da liderança que é o de manter o bem-estar das equipes e fazer com que nosso time se torne forte, valorizado, desafiado e preparado", comenta Marília Parada, gerente de desenvolvimento de Recursos Humanos do Pão de Açúcar.

Segundo ela, o público-alvo deste programa compreende todos os gestores da organização. No entanto, os benefícios atingem os demais colaboradores. Até o momento, 16% do quadro funcional já participaram de, pelo menos, uma iniciativa do Gerente Gente Feliz. Atualmente, o Pão de Açúcar possui três mil gestores. Com um investimento, até o momento, de 200 mil reais, o programa realiza a monitoração dos indicadores de Gestão de Gente que são definidos pela companhia, a exemplo do turnover, hora-extra, venda homem x hora e acidente de trabalho. Essa apuração é feita através do banco de dados do RH Corporativo e disponibilizada aos gerentes através da elaboração de relatórios semestrais chamados de Balanço Quantitativo.

Além disso, o Pão de Açúcar também mantém a avaliação anual dos seus gerentes. "Esta avaliação é realizada pelas equipes, com base nos cinco princípios do Gerente Gente Feliz. São observadas a justiça e a transparência praticada pelo líder; avaliamos se a liderança cobra, valoriza e sabe reconhecer resultados e como estão ocorrendo os processos de ensino. Também nos preocupamos em avaliar se a comunicação e a cooperação estão sendo promovidas de forma correta e satisfatória e, por fim, como a qualidade de vida está sendo propiciada dentro da empresa", explica Parada.

Através da soma dos resultados do Balanço Quantitativo e do questionário Gerente de Gente Feliz, é extraída uma média que serve de base para a formação de um ranking dos melhores gerentes por Diretoria Executiva. "Neste momento, os gerentes trocam flâmulas da cor branca, pela azul. Essas avaliações são semestrais que, por conseguinte, dão novas flâmulas ou até mesmo o retorno para a cor anterior, dependendo do resultado alcançado pelos gerentes", comenta a gerente de RH.

O Programa Gerente de Gente Feliz também desenvolve ações continuadas, no que se refere à comunicação. Para isso, são publicadas informações através de jornais e revistas internas. "Quanto à capacitação dos gestores, contamos com dois programas focados para os gestores que são o Gestão de Pessoas I, com foco nos processos e comportamento de RH, e o Gestão de Pessoas II, focado nos comportamentos ligados aos princípios da companhia", salienta Parada.

Desde que esta prática foi adotada pela companhia, continua a gerente de desenvolvimento de RH, houve um fortalecimento da cultura organizacional, as lideranças passaram a ser pautadas em princípios e o ambiente de trabalho tornou-se mais produtivo, pois as pessoas foram estimuladas a darem o melhor de si. Por outro lado, as atividades voltadas para os gestores do Pão de Açúcar vêm sendo acompanhadas através de um monitoramento dos indicadores, das informações coletadas em pesquisas de equipe e de clima organizacional.

Por fim, Marília Parada, afirma que o departamento de Recursos Humanos tem papel fundamental, uma vez que funciona como assessor dos líderes no processo de desenvolvimento. "O RH fornece as ferramentas para avaliar os indicadores quantitativos, dando ainda o feedback às equipes, em relação à liderança, e propondo ações de melhoria e manutenção, de acordo com o caso em questão", conclui.

Palavras-chave: | Pão de Açúcar | gerente | gestor |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Programa de Autodesenvolvimento

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.