O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Conheça os cursos online e os eventos virtuais do RH.com.br
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






13/07/2009
RH » Motivação » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

O papel do líder na motivação do liderado: metas SMART

Por William Ervedeira Maillaro para o RH.com.br

Já é de longa data que se discute o papel do líder na motivação do liderado. Mesmo assim, em mais de 70% das minhas consultas com profissionais a reclamação é geralmente a mesma: estou desmotivado com o meu trabalho. A razão da desmotivação é comum: estilo de liderança inadequado para o momento que a organização está.

Mesmo com inúmeros livros, palestras, sites, blogs, cursos que orientam o líder a ter excelência em liderar, quando se trata de desmotivação temos um paradoxo: o líder acredita que falta um sistema de remuneração ou de treinamento que lhe ajude a motivar, e o liderado acredita que o sistema não funciona para fins de motivação.

Um liderado motivado entrega resultados com mais qualidade. Além disso, trabalha com mais felicidade. E quando o líder consegue criar um ambiente que estimule os liderados a trabalhar mais felizes e apresentando um melhor desempenho, aí sim, temos os chamados Times de Alta Performance.

Mas voltando à razão da desmotivação. Um líder pode se perguntar: "Aqui temos todos os benefícios possíveis, planos de carreiras claros, treinamentos hora/colaborador acima da média de mercado, e por que continuam desmotivados?", ou então, "Quando terei orçamento suficiente para criar um sistema que motive meus liderados?".

Estas duas perguntas são válidas, mas em época de ajustes orçamentários não lhe trarão resultados. Quero então lhes apresentar uma solução prática e sem custo: metas SMART. A melhor forma de criar um ambiente que estimule a motivação dos seus liderados é traçar metas claras e que colaborem na criação de desse espaço.

O papel de um líder eficaz será sempre dar a visão, o objetivo e as metas. SMART, quer dizer em Inglês, esperto, inteligente. Ao trabalhar metas SMART, o líder está usando a sua inteligência ao trabalhar uma metodologia simples, mas extremamente estimuladora. Cada letra da palavra SMART possui um significado conforme se descreve na sequência:

S (Specific), ou seja, metas específicas. É muito comum ouvir o líder dizer "precisamos vender mais, produzir mais, reduzir mais orçamento", mas, em quê? Vender mais o quê? É preciso definir claramente, sendo específico na definição da meta.

M (Mensurable), isto é, metas mensuráveis. O desejo de muitos: "quero ganhar dinheiro este ano". Tudo bem, mas quanto dinheiro você quer ganhar?

A (Attainable), ou seja, metas alcançáveis. Aqui temos o ponto principal da maior falha dos líderes: estabelecer metas inalcançáveis. O líder muitas vezes determina metas como aumentar a produção em quatro vezes, crescer 50% este ano, mas se esquece de levar em conta a realidade do mercado e da própria empresa. Pergunte-se: "será que temos insumos e equipe para conduzir o atingimento das metas?". Caso contrário, ao estabelecer uma meta além do que se pode conquistar, pode-se gerar uma desmotivação ao ver que no terceiro mês, nenhuma delas foi alcançada.

R (Relevant), ou seja, metas relevantes. Uma forma de estimular a motivação do liderado é se ele entender que a meta é desafiadora e está ligada ao seu propósito de vida, que o realiza. Metas desafiantes que ao conquistá-las, o liderado tenha orgulho de contar para a família, para os amigos e se sentir importante, que fez parte do sucesso da empresa.

T (Time-bound), ou seja, metas com tempo definido. O prazo para conquistar a meta deve ser claro, deve ter data para terminar. O tempo é um fator decisivo para que você consiga ou não atingir a meta. Também lhe dá uma excelente oportunidade de esquematizar ou alocar investimentos de forma adequada. Ao planejar o tempo corretamente, você elimina formas de pensar como "tudo para ontem", "não tenho tempo para nada", "ainda hoje", entre outros.

Portanto, não custa nada você como líder adotar as metas SMART diariamente nas suas ações. Faça um pequeno exercício utilizando-as para:
- Lançar uma campanha de incentivo para vendedores.
- Reestruturar um departamento.
- Instalação de um novo sistema de informática.
- Criar um programa de desenvolvimento de talentos.
- Desenvolver um novo plano de aula para o curso de graduação.
- Criar uma campanha de lançamento de um produto.
- Casar e ter a lua de mel dos sonhos.

As metas SMART também lhe ajudarão a organizar a sua vida profissional e pessoal. Ajudará a fazer o que você realmente quer, como você poderá conduzir sua equipe e, inclusive, redefinir possíveis desvios de rota. Um grande abraço e até o próximo artigo.

Palavras-chave: | estilo de liderança | meta |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (3)
LUCIA BATISTA DO NASCIMENTO em 05/11/2009:
William, acabei de ler seu artigo e, apesar de já conhecer o SMART, gostei bastante da forma clara, simples e objetiva que você falou sobre o assunto. um abraço

Angelina Ribeiro de Sousa em 18/07/2009:
Adoreiiii, estava procurando algo assim para criar um plano de ação voltado à coordenação de um órgão público. Agora é só adaptar. obrigada. eureka! eureka!

Mauricio Luis em 16/07/2009:
É de suma importância essa definição de metas, em várias empresas as metas são traçadas sem critérios definidos e sem dados que deem subsídios as mesmas, causando dessa forma a desmotivação dos colaboradores e o insucesso da equipe como um todo.

PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Curso Online do RH.com.br

Curso Online do RH.com.br



PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.