O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
3ª Jornada Virtual de Liderança - 2014
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






01/10/2004
RH » Motivação » Matéria Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Medley valoriza e premia criatividade

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

A criatividade dos colaboradores tornou-se um dos diferenciais que podem significar o sucesso para o negócio de uma organização. Foi apostando nessa filosofia que a Medley, empresa que atua no ramo farmacêutico, instituiu em agosto de 2002 o programa de premiação BIS - iniciativa que visa premiar os colaboradores que apresentem boas idéias e sugestões que produzam impactos positivos para o dia-a-dia corporativo.

A proposta de criar o programa surgiu de uma demanda apresentada pela própria presidência da empresa que queria estimular o potencial criativo do público interno, objetivando com isso a busca por soluções práticas para o cotidiano, além de ao mesmo tempo incentivar o comportamento das pessoas para a melhoria contínua do negócio.

A Medley é uma empresa nacional, do ramo farmacêutico, que conta com 1.090 colaboradores que atuam nas unidades de Campinas, Sumaré e regionais. Atua tanto na linha Farma quanto na produção de medicamentos genéricos, ocupando atualmente a 7ª posição no ranking farmacêutico nacional. Em 2004, pelo terceiro ano consecutivo, figurou na lista da Revista Exame como uma das 100 melhores empresas para se trabalhar e pela segunda vez seguida foi apontada como uma das 50 melhores empresas brasileiras para a mulher trabalhar.

Segundo Ângela Agoston, gerente de RH da Medley, o Programa BIS tem como público-alvo todos os funcionários da organização, exceto aqueles que atuam como diretores e gerentes. "A participação no programa pode ser feita tanto individualmente quanto em equipes. Na prática, através de um formulário específico, o funcionário registra o problema que identificou na organização, sugere uma proposta de melhoria e o destaca o resultado que poderá ser alcançado se sua sugestão for colocada em prática", complementa ao mencionar que esse material é enviado à área de Qualidade da empresa que fica responsável pelo cadastramento de todas as propostas encaminhadas ao BIS e acompanha a coordenação do programa.

Para avaliar as idéias apresentadas pelos funcionários, a Medley criou um comitê de avaliação formado por um diretor, oito gerentes, além da coordenadora da área de Qualidade. Esses profissionais reúnem-se mensalmente para avaliar todas as sugestões viáveis ou não que são apresentadas pelos funcionários. Ao analisar as idéias, os membros do comitê consideram se a proposta trará melhorias: nas condições de trabalho, na produtividade, nos aspectos ambientais, na qualidade dos produtos, nos processos, nos serviços, além de influenciar na redução de custos/otimização dos recursos.

"Para os BIS consideráveis no mês, que são as sugestões dos colaboradores, os autores recebem 50 reais para as idéias individuais. Para as sugestões apresentadas em grupo, os autores recebem 80 reais, sendo esse valor distribuído no percentual definido pelo próprio grupo que idealizou a sugestão. Anualmente, realizamos, num evento especial, a premiação das dez melhores idéias viáveis e implementadas durante o ano. Nesse caso, as premiações vão de 500 reais a 5 mil reais. Nesse mesmo evento, premiamos com troféus os três funcionários que mais apresentaram BIS viáveis e os implementaram no ano. Além disso, reconhecermos um gerente e mais três coordenadores, com prêmio em dinheiro, como os gestores cujas equipes mais apresentaram BIS viáveis e os implementaram ao longo do ano", explica Agoston.

Dentre as idéias já premiadas pelo Programa BIS, a gerente de RH da Medley, cita como exemplo a proposta de um funcionário que atua no laboratório físico/químico. Esse colaborador, explica ela, sugeriu que as colunas cromatográficas deveriam ser lavadas com uma bomba, liderando dessa forma o uso do HPLC para análises - equipamento usado no ramo farmacêutico. A idéia gerou uma economia para a Medley de 300 mil reais. Em outra oportunidade, dois outros colaboradores do setor de Engenharia sugeriram a substituição das telinhas panela de pó (peças importadas usadas para coar a matéria-prima) por um produto nacional confeccionado a partir de uma manta de aço inox. A sugestão garantiu para uma redução significativa de custo.

De acordo com Ângela Agoston, a receptividade dos funcionários da Medley em relação ao Programa BIS é animadora. Para isso, ela cita alguns números. A empresa contou, em 2002, 150 BIS viáveis; em 2003 foram 252 propostas viáveis e até julho de 2004, os colaboradores apresentaram 102 sugestões também consideradas viáveis.

Quando questionada sobre a importância de iniciativas dessa natureza, a gerente de RH afirma que é importante existir um canal de formal para que o funcionário possa apresentar suas idéias e que a empresa também tenha como reconhecer o valor da criatividade das pessoas. Ela argumenta que, muitas vezes, idéias simples são a solução para diversos problemas apresentados no dia-a-dia corporativo."Quando a empresa cria uma oportunidade para que as idéias sejam apresentadas, implementadas e reconhecidas, a organização reforça o vínculo funcionário-empresa, favorecendo a relação de comprometimento com o trabalho e o funcionário, por sua vez, sente-se orgulhoso por contribuir com a empresa e por ter a sua idéia reconhecida", conclui.

Palavras-chave: | Medley | motivação |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos

Programa de Autodesenvolvimento



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.