O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Inscrição com 20% de desconto para a Jornada de Liderança
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






22/11/2004
RH » Recrutamento e Seleção » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Entrevistas de seleção

Por Washington Sorio para o RH.com.br

Poucas pessoas conseguem um emprego sem pelo menos realizar uma entrevista de seleção ou, na maioria das vezes, uma série de entrevistas. De todos os instrumentos utilizados a entrevista de seleção é considerada a mais importante, mas a melhor pessoa que você entrevista não é necessariamente a melhor pessoa para o emprego.

É importante conhecer os tipos de entrevistas de seleção: estruturada, não-estruturada ou entrevista sob pressão.

A entrevista estruturada é exatamente um processo conduzido de acordo com uma ordem predeterminada. É cuidadosamente planejada para extrair o máximo de informações do candidato com um mínimo de perguntas do entrevistador. Em geral, a estrutura seguirá a ordem exemplificada a seguir:

* cumprimento/bate-papo;
* introdução;
* experiência de trabalho;
* formação escolar;
* atividades e interesses;
* descrição de pontos fortes e fracos;
* Descrição do cargo, perguntas do candidato;
* encerramento.

O entrevistador ao conduzir a entrevista estruturada, fará o seguinte:

* perguntas gerais, concentrando-se no passado;
* encorajará o candidato a falar 70%-80% do tempo;
* dará poucas informações sobre o cargo, até se certificar das qualificações do candidato;
* manterá contato visual;
* ficará à vontade, em silêncio, e esperará o candidato falar;
* não fará perguntas pessoais ou comprometedoras.

A entrevista não-estruturada é uma entrevista não-dirigida. É informal e dá maior abertura ao candidato. O entrevistador fará um esboço dos tópicos que serão abordados. Demonstrará interesse e empatia pelo candidato, iniciando a entrevista com perguntas gerais, não comprometedoras, tais como: conte-me sobre seu último trabalho.

O entrevistador continuará sondando com perguntas do tipo: como as mudanças gerenciais afetaram o seu departamento? Finalmente fará perguntas mais específicas, para obter informações definidas:
* quer dizer que você e o seu novo chefe tinham estilos muito diferentes e decidiram que uma mudança seria melhor?

A entrevista sob pressão (felizmente pouco empregada) pode ser uma experiência assustadora para o candidato inexperiente. O entrevistador deliberadamente cria uma atmosfera carregada, ameaçadora. Contradiz ou discute com o candidato, muda o rumo repentinamente e usa outras técnicas para deixar o candidato tenso. Ele fará uma ou mais perguntas hipotéticas, como por exemplo: O que você faria se...?
Perguntas hipotéticas são feitas para avaliar a reação do candidato ao inesperado e sua capacidade para desenvolver rapidamente um plano de ação. Mesmo que a intenção não seja causar tensão, conheça algumas perguntas básicas para os candidatos:

* conte alguma coisa sobre você.
* o que você pode fazer por nossa empresa que outro candidato não pode?
* quais são seus pontos fortes?
* quais são seus pontos fracos?
* quanto você foi bem sucedido até aqui?
* quais são suas limitações?
* quanto você vale?
* quais são suas ambições para o futuro?
* o que você sabe sobre nossa empresa?
* por que você está procurando um cargo em nossa empresa?
* que qualificações você tem que o fariam ser bem sucedido aqui?
* o que é mais importante para você no trabalho?
* como você descreveria sua personalidade?
* quanto tempo levaria para você fazer uma contribuição significativa à nossa empresa?
* quanto tempo você pretende ficar conosco?
* qual é o seu estilo gerencial?
* descreva uma situação na qual você teve um problema difícil e como o resolveu.
* você já precisou demitir alguém? Como você abordou a situação?
* qual a tarefa mais difícil como gerente ou coordenador?
* descreva algumas tarefas em que você já trabalhou sob pressão.
* descreva alguma situação de trabalho que o tenha irritado.
* fale de algum objetivo que você não conseguiu atingir em seu último emprego.
* você poderia descrever alguma situação em que seu trabalho foi criticado?
* o que você aprendeu nos seus erros?
* que tendências importantes você antecipa na nossa área?
* por que você está deixando a empresa atual?
* descreva o seu ambiente ideal de trabalho.
* olhando para trás, como você vê sua ex-empresa?
* como você acha que seus subordinados o vêem?
* o que você acha do seu ex-chefe?
* com que tipo de pessoas você tem dificuldade para trabalhar?
* em seu último trabalho, quais foram as realizações mais importantes?
* se eu falasse com seu ex-chefe, o que ele diria sobre seus principais pontos positivos e negativos?
* quanto você acha que deveria receber para esse cargo?
* se você pudesse começar tudo de novo o que você faria diferente em sua carreira?
* que tipo de leitura você aprecia?
* o que mais o motiva?
* dê dois exemplos de sua criatividade.
* quais são suas metas em longo prazo?
* quais as suas atividades de lazer?

Hoje, o mercado está exigindo, cada vez mais, competências interpessoais, tais como: liderança, iniciativa e facilidade de relacionamento com os pares. As organizações precisam de pessoas que, além de conhecimento técnico, tenham como competências essenciais a curiosidade pelo aprendizado, a flexibilidade, a capacidade de adaptação às mudanças, a facilidade no trato interpessoal e o sentido de urgência que o mundo atual nos imprime.

O sucesso e a saúde da organização dependem das pessoas que são selecionadas para nela trabalharem e é importante ressaltar que não existe candidato bom ou candidato ruim. O que existe é o candidato com perfil mais adequado ao cargo e a cultura da organização.

Palavras-chave: | seleção | entrevista |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (0)
Ainda não há comentários.

Seja o primeiro, clique no ícone disponível logo acima e faça seus comentários.
 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Programa de Autodesenvolvimento

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.