O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






05/12/2005
RH » Recrutamento e Seleção » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Dinâmica de grupo e "saias justas"

Por Simone Rosa para o RH.com.br

A dinâmica de grupo é uma das técnicas mais utilizadas nos processos seletivos e uma das mais eficazes. Ao contrário do que alguns candidatos possam pensar, não se trata de uma "brincadeira", embora alguns profissionais despreparados ou inexperientes na sua aplicação possam fazê-la parecer assim. Esta técnica é um excelente instrumento de avaliação, porque permite observar o comportamento do candidato em grupo, suas reações frente a obstáculos, à liderança, à criatividade, entre outras características.

No entanto, a dinâmica de grupo pode ser, para alguns, uma vilã nos processos seletivos, seja por falta de habilidade do facilitador ou até mesmo por resistência de alguns candidatos, medo da exposição, da não aceitação etc.

Quando bem conduzida, a DG poderá trazer ótimos resultados. Mas isto requer maturidade do profissional de RH e respeito com o candidato, do contrário o processo seletivo poderá cair no descrédito.

Mesmos os profissionais mais experientes poderão passar por algumas "saias justas". São situações que podem acontecer com qualquer pessoa. A maneira de contorná-las dependerá da habilidade e da sensibilidade de cada um para promover um ambiente onde os candidatos mantenham a auto-estima em alta, possam ficar à vontade para se expor, participar, sem que se sintam invadidos ou ridicularizados. Feito isso e seguro de seu papel, o selecionador saberá como conduzir qualquer situação por mais delicada que possa parecer, compreendendo os motivos que levam os candidatos a agirem de determinada forma.

Recordo-me de ter trabalhado com uma estagiária de RH que relatava pesadelos onde era desafiada pelos candidatos em plena dinâmica de grupo. Ela tinha verdadeiro pavor dessa exposição. Os candidatos não sabiam, mas o "sofrimento" dela talvez fosse muito maior do que o deles!

Certa vez, durante um exercício onde os candidatos faziam um trabalho de colagem, utilizando revistas, papel colorido etc, para transmitir com que sensação deixariam a sala do RH, um deles mostrou-me 2 recortes: o primeiro apresentava uma bela paisagem, e ele explicou que sairia da sala com aquela imagem tranqüilizadora e, a segunda, era a foto de um cangaceiro (uma propaganda de uma peça teatral). Ao ser questionado sobre esta imagem ele disse: "Esse aqui é você!" Ficou um silêncio na sala... Depois ele explicou que no começo eu era uma figura ameaçadora, mas que ao final da dinâmica, ele já se sentia tão confortável, que a imagem da natureza predominava!

Outras situações curiosas:

- Candidato: "agora que eu já falei de mim, fale-me de você. É casada?".
- Durante um exercício onde cada um sorteava uma frase e era orientado a completá-la, uma candidata leu a seguinte pergunta: O que a deixa mais feliz? Então, veio uma avalanche de lamúrias, de que a vida estava sendo tão ingrata com ela, nada mais a fazia feliz (tudo isso seguido por um rio de lágrimas) etc...
- A dinâmica de grupo começou pontualmente às 8 horas da manhã. Durante um exercício um candidato desmaiou no meio da sala. Depois soubemos que ele não tinha tomado café!
- Numa outra situação, no momento de se apresentar, um dos candidatos falava orgulhosamente sobre a pessoa que o havia indicado, uma prima da diretora da empresa. Não precisa dizer que isso causou uma certa desconfiança nos demais candidatos.
- Durante uma simulação de debate sobre o tema clonagem humana (um grupo contra e outro favor), dois candidatos se "estranharam" e um deles quase partiu para a briga!

Como podemos ver, situações delicadas poderão ocorrer com ambas as partes. Com relação ao profissional de RH, um bom planejamento do processo de seleção; informações claras aos candidatos sobre a razão pela qual estão participando de tais etapas, transmitindo transparência e respeito; um "quebra-gelo" no início da dinâmica de grupo ajudando a criar uma atmosfera mais agradável para o grupo; utilização de instalações adequadas etc, esses e outros cuidados ajudarão a tornar o momento da vivência em grupo mais proveitoso e agradável para todos que estão envolvidos nele - candidato e profissional de RH.

 

Palavras-chave: | dinâmica de grupo | seleção |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (2)
Elaine em 26/08/2009:
O texto é muito interessante. Como estudante de RH, dou meus parabéns a autora.

Flavius Júnior em 09/04/2009:
Ótimo texto!

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Seminários RH.com.br

Contagem Regressiva



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.