O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Inscrição com 10% de desconto para a Jornada de Liderança
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






03/03/2008
RH » Recrutamento e Seleção » Artigo Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Recrutamento e Seleção: uma barreira para candidato ou para o RH?

Por Stella Ribeiro para o RH.com.br

O profissional de Recrutamento e Seleção exerce um papel fundamental na formação do quadro de profissionais de uma empresa, utilizando métodos para avaliação do comportamento humano na identificação das características ideais às vagas em aberto. Mas, se falamos de um processo tão sistematizado, de tamanha responsabilidade, por que bons profissionais não são sequer chamados para a entrevista de recrutamento?

A primeira possibilidade é de muitos profissionais com currículos bem planejados, com experiência e formação adequada não possuem um círculo de conhecidos que o permitirá estar presente nas melhores oportunidades que o mercado oferece. Faltou na trajetória dessas pessoas a consolidação do seu networking pessoal.

No mercado de trabalho, chega primeiro quem está ligado às oportunidades e tem agilidade. Essa dianteira pode ser alcançada numa indicação daquele amigo que você conheceu na faculdade, no clube, na confraternização de fim de ano; enfim, em qualquer ambiente onde pode socializar-se é também possível estabelecer seu networking.

Vencida essa primeira etapa, é o momento de participar da seleção; portanto, esteja preparado para ir a entrevista. Volta, preenche um formulário, faz uma redação, participa de dinâmicas de grupo... Ufa! É uma correria, por isso além de trajar uma roupa confortável e estar descansado fisicamente, esteja preparado mentalmente, pois este momento requer paciência, concentração e determinação.

Embora maçante, este momento é de fundamental importância para a identificação de seu perfil, por isso, nessa fase, nada de tentar enganar ou burlar os testes, pois além de traçar suas características, elas serão cruzadas com o perfil da vaga, as exigências da empresa e do mercado em que a organização atua. Sendo assim, cuidado! Você não vai querer ser a pessoa certa no lugar e hora errada.

Após todas as verificações feitas, se você foi selecionado, este é o momento para pôr em prática seu poder de negociação. Para isso, você precisa saber exatamente o que quer, qual o seu valor no mercado e o que tem de melhor para oferecer. Essas serão as suas cartas para pôr à mesa e em troca de uma remuneração justa do ponto de vista da sua satisfação e seu enquadramento num cargo que você almeje. Nesta fase não dá para aceitar qualquer coisa só para estar no jogo. Uma vez em campo, você será convocado a partir para o ataque, e nesse jogo a meta é vencer sempre.

Muitos profissionais comemoram a contratação como se fosse o estágio final, quando na verdade estamos falando da primeira parte de uma história que vai longe e passa por um enorme aprendizado que levará o candidato ao amadurecimento profissional. Visão do todo, relacionamento interpessoal, inteligência emocional e boa comunicação são pré-requisitos. O profissional de sucesso precisa estar comprometido, envolver-se com a empresa, assumir a liderança de sua equipe, estar “antenado” com a visão da empresa e com as metas estabelecidas, conduzindo pessoas para os objetivos da organização, respeitando seus valores e mantendo uma postura ética e socialmente responsável.

Constatamos que ultrapassar o recrutamento e seleção é demonstrar habilidades necessárias para lidar com o ambiente competitivo e exigente das empresas, formado por um mercado dinâmico e disputado, onde profissionais despreparados não possuem lugar ao sol. Por isso, os envolvidos no processo de agregar pessoa em uma empresa devem estar atendo ao desejo dos participantes, mas também ao fato de tornar este processo um momento de escolha adequada para a empresa e encaixe do perfil do profissional no lugar certo e da forma correta.

O RH deve estar atento se os mecanismos utilizados na seleção de candidatos estão coerentes com as exigências da empresa e com os valores disseminados por ela, bem como o princípio básico dessa área que é o respeito ao ser humano. Ter nas mãos a dura tarefa de decidir sobre a vida profissional de uma pessoa requer, além de preparo profissional, maturidade, sensibilidade e coragem, para entender os anseios e o posicionamento do indivíduo frente ao mercado de trabalho e tomar a decisão correta.

Sendo assim, podemos concordar que o recrutamento e seleção é um momento que propõe desafios para ambas as partes e requer dos dois lados preparo, conhecimento, vontade, atenção e maturidade. Mas é o RH que assume a dura tarefa de atender as exigências de seu cliente e de ser socialmente responsável no trato com o candidato.

Palavras-chave: | Recrutamento e Seleção | RH | networking |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (5)
Josilene em 20/03/2010:
Gostei do texto. Ele é simples e bem explicativo com relação a toda etapa de um processo seletivo. Estou participando de processos seletivos e já participei de vários e o que me incomoda é a falta de informação para o candidato sobre o processos seletivo. Os recrutadores só dão importância para a empresa que está pagando pelo serviço que informa tudo sobre o candidato e o candidato nem recebe um e-amil de agradecimento por ter feito parte do processo seletivo. Só se comunicam com o profissional selecionado. Acho isso um grande desrespeito com o candidato. Devemos tratar os outros como gostaríamos de sermos tratados. Ter uma resposta sim ou não de um processo seletivo é importantíssimo. Aqui no Brasil e na Bahia quase não existe.

erica em 07/12/2009:
Boa tarde, estou procurando uma pós em recrutamento e seleção aqui em Goiania, mas não estou encontrando. Se vocês souberem de alguma, por favor, avisem-me. Obrigada

Flavius Júnior em 09/04/2009:
Amei seu texto, realmente muito bem explanado. Obrigado.

Ariele Marques Rodrigues em 12/02/2009:
Olá equipe do site RH!!! Achei essa matéria sobre Recrutamento e Seleção muito boa, assim que eu terminar o RH, pretendo fazer pós graduação em Recrutamento e Seleção. Essa matéria me abriu os olhos para vários detalhes que fazem muita difetença na hora de se contratar um colaborador para uma Empresa. Abraços Ariele Marques

Amanda Machado em 17/01/2009:
Parabéns, Estava passeando pela internet e como sempre por curiosidade li o conteudo do site e é muito aproveitoso. Pelo menos existe pessoas como vocês que buscam e passam informaçôes. PARABÈNS Amanda Machado. Salvador BA.

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Programa de Autodesenvolvimento

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.