O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Inscrição com 20% de desconto para a Jornada de Liderança
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






17/07/2012
RH » Recrutamento e Seleção » Matéria Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Provas situacionais auxiliam na identificação de talentos

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Durante os processos seletivos, os candidatos sempre passam pela fase das entrevistas - momento em que o selecionador e o requisitante da área ficam frente a frente os aspirantes ao cargo, para identificar aquele que mais se enquadra ao perfil da vaga e, consequentemente, possui reais chances de atender às expectativas da empresa. Mas, será que avaliar o currículo e ter essa "conversa" com o futuro profissional é suficiente para contratar um talento?

Para a Ciber - empresa que faz parte do Grupo Wirtgen, especializado na fabricação de equipamentos para construção rodoviária e mineração - a seleção de novos funcionários precisa ir um pouco mais além e isso fez com que a área de Recursos Humanos incluísse no processo de R&S provas situacionais. Essa ferramenta pode ser compreendida como um conjunto de atividades que simulam a realidade que o profissional vivenciará no dia a dia de trabalho, nos mais diferenciados aspectos.

Sua principal finalidade é observar a reação do candidato nos contextos: Integração Indivíduo X Tarefa; Previsão do entrosamento Indivíduo X Grupo; Previsão do empenho no trabalho e seus interesses sociais. A partir dessas análises, o selecionador passa a ter uma visão de como, provavelmente, o individuo se comportará diante de determinado fato. O Grupo Wirtgen, da qual a Ciber faz parte, abrange ainda outras quatro marcas: Wirtgen, Vögele, Hamm e Kleemann, todas sediadas na Alemanha e com instalações de produção no Brasil, Índia e China.

De acordo com Alice Oliveira, gerente de RH da Ciber, as provas situacionais foram adotadas há seis meses e o que mais estimulou a sua inclusão aos processos seletivos foi o fato de que são instrumentos que conseguem simular o trabalho sob vários aspectos diferentes. Através da sua aplicação na seleção, é possível identificar as ações que o candidato tomaria frente a uma situação real do seu dia a dia de trabalho, assim como, suas reações frente a fatos em que tenha que tomar decisões sob pressão. "Em geral, percebe-se a integração do indivíduo com tarefa e o entrosamento do indivíduo com grupo", salienta, ao acrescentar que com esse recurso ainda é possível avaliar o nível de conhecimento que os candidatos possuem em relação à empresa e aos concorrentes.

Benefícios - Ao ser indaga sobre as vantagens que as provas situacionais acrescentaram à contratação de novos talentos, a gerente de Recursos Humanos afirma que o principal benefício foi o aumento do percentual de assertividade no processo. Desta forma, a área de RH procura identificar a "pessoa certa" para o "lugar certo". "Nosso objetivo é buscar pessoas que tenham interesse em construir uma carreira e não somente para ocupar um cargo. Por isso, procuramos identificar indivíduos que sejam capazes de vivenciar os valores da Ciber no seu dia a dia de trabalho", enfatiza Alice Oliveira. E uma das equipes da empresa que já se destaca, em virtude da aplicação das provas situacionais, é o time da área de vendas, uma vez que eles conseguiram alavancar significativamente os percentuais das metas.

Vale ressaltar que as provas situacionais são aplicadas para todos os níveis hierárquicos. Essa ferramenta de avaliação pode ser utilizada para todos os cargos, pois a sua aplicação consiste em simular atividades práticas ou conhecimentos específicos com a finalidade de verificar competências técnicas, como também as comportamentais. Segundo ela, a maioria dos candidatos reage com tranquilidade, uma vez que as questões apresentadas estão diretamente relacionadas às suas realidades profissionais. Outro fato peculiar é que as provas situacionais sempre são aplicadas algumas vezes pela área de Recursos Humanos, como também pelo gestor da área solicitante.

"Na Ciber acreditamos que não basta só o conhecimento técnico. O candidato precisa ser competente do ponto de vista comportamental. Mudar comportamento não é um processo simples, muito menos rápido. Exige muito autoconhecimento e muita força de vontade. O comportamento inadequado no ambiente de trabalho gera desgaste nas relações e perda de energia produtiva", sinaliza Alice Oliveira, ao pontuar que entre as principais competências comportamentais valorizadas pela organização estão: autodesenvolvimento, visão estratégica, orientação para resultados, sinergia, foco no cliente, liderança eficaz e inovação.

Outras ferramentas - Além da prova situacional, existem outras ferramentas que a área de Recursos Humanos utiliza para enriquecer o processo seletivo. Dentre essas, encontram-se as dinâmicas de grupos que também avaliam os aspectos comportamentais dos candidatos.

"Muitos são impecáveis tecnicamente. Mas, às vezes, durante a aplicação das dinâmicas de grupo detectamos posturas que são não são compatíveis com os valores da empresa. Também avaliamos a capacidade de trabalhar em equipe, saber ouvir, ter autocontrole emocional e habilidade para se expressar", explica a gerente de RH da Ciber.

Já durante o assessment, o gestor faz uma avaliação de potencial, mapeando gaps nas competências técnicas e comportamentais dos candidatos. Com uma série de instrumentos é possível averiguar se esses profissionais possuem ou não as competências necessárias para cada função. "A Ciber também realiza entrevistas por competência, nas quais são montados questionários com foco na posição que precisa ser preenchida. As questões contemplam competências técnicas e comportamentais", conclui Alice Oliveira.

 

Palavras-chave: | Ciber | Alice Oliveira | prova situacional | recrutamento | seleção |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (3)
Wellington Ferreira em 23/01/2013:
Foi muito boa esta matéria, pois me dará mais confiança para fazer o meu processo seletivo de dinâmica de grupo que farei na segunda. Muito obrigado!!!

João Paulo em 21/08/2012:
Parabéns pelo conteúdo da matéria, aborda de forma clara e objetiva como se deve proceder nas provas situacionais, e como ajuda no processo para mapear o potencial do candidato.

Fabiola Macedo Marques em 20/07/2012:
Excelente matéria, ela reforça a tendência das contratações. Senti falta de exemplos práticos das provas situacionais. Parabéns!!!

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Programa de Autodesenvolvimento

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.