O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
Participante, assista e certifique a Jornada de Liderança!
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






27/02/2009
RH » Relações Trabalhistas » Dicas Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Como elaborar um Código de Ética

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

Em plena Era da Globalização as organizações deparam-se com o fato de que a "ética corporativa" faz a diferença. Hoje, observa-se que as muitas empresas mostram-se conscientes de que a ética interfere diretamente na imagem que os colaboradores e até mesmo a sociedade têm sobre a companhia. E como o cliente interno e o externo influenciam o tempo de vida de uma organização, a adoção dos "Códigos de Ética" ou "de Conduta" é cada vez mais frequente. Abaixo, seguem orientações para quem deseja oficializar a cultura organizacional e apresentar suas considerações em relação à ética no meio corporativo.


1. Criação de um Comitê - Formado por representantes da Presidência, da área Jurídica, do setor de Recursos Humanos e dos demais departamentos que a organização achar pertinente. O ideal é que o número de membros seja ímpar, para que não ocorram empates nas votações. A renovação dos membros desse comitê deve ser feita periodicamente, ou seja, a cada dois ou três anos.

2. Atribuições do Comitê - Além de acompanhar a elaboração do Código de Ética, o Comitê deve ser consultado caso algum dos itens do Código seja descumprido. Caberá ao mesmo Comitê que as devidas providências sejam tomadas, dependendo da situação em questão.

3. Comunicação aos funcionários - Mesmo que o Código de Ética esteja em processo de elaboração, é pertinente que os funcionários sejam informados. A comunicação pode ser feita primeiramente aos gestores e esses, por sua vez, atuarão como agentes multiplicadores.

4. Pré-código - Para que o Código de Ética atenda à realidade da empresa, é permitido optar pela elaboração de um pré-código, onde constarão todos os itens considerados relevantes para o andamento das atividades da empresa.

5. Avaliação do pré-código - Depois de concluído, o documento pode ser enviado aos níveis gerenciais para discussão, apresentação de sugestões e avaliação dos próprios funcionários, uma vez que eles fazem parte da cultura organizacional.

6. Retorno do pré-código ao Comitê - Na próxima fase, o Comitê deve considerar as sugestões apresentadas no pré-código. Vale ressaltar que a linguagem do Código de Ética deve ser objetiva e direta, para que todos os colaboradores compreendam o significado de cada abordagem do documento.

7. Itens abordados - Basicamente, o Código de Ética deve enfocar a missão e os valores da empresa. Ou seja, deve conter a visão da organização em relação à conduta interna dos funcionários, bem como as relações com os clientes, os fornecedores e os concorrentes. O conteúdo deve ser atualizado e revisado periodicamente, para atender às necessidades da empresa uma vez que o mercado sempre está em constante processo de mudança.

8. Divulgação do Código de Ética - Depois da sua conclusão, o Código de Ética deve ser apresentado aos funcionários e até mesmo a alguns convidados. Para isso, a empresa deve disponibilizar o documento através da Intranet, no site oficial para que o público externo também tenha conhecimento da postura ética da organização. Há empresas que também optam pela impressão gráfica do documento, para que o mesmo seja distribuído ao público-alvo. A divulgação do Código de Ética pode ser realizada também em palestras e reuniões internas com os profissionais.

10. Atuação dos gestores - Para que o Código de Ética não "caia no esquecimento", durante reuniões com suas equipes, os gestores podem atuar como agentes multiplicadores do conteúdo do Código.

11. Apresentação aos novos funcionários - É indispensável que os profissionais que ingressam na empresa tomem ciência do conteúdo do Código de Ética. Nesse sentido, ao celebrar a contratação, a organização pode entregar um Código impresso ao recém-chegado. Essa é uma boa oportunidade, para a área de RH tirar dúvidas do funcionário novato sobre os assuntos apresentados no documento.

Palavras-chave: | ética |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (5)
Miguel Paes em 01/06/2009:
Patrícia, mais uma vez parabéns pelas dicas, com tópicos bastante abrangentes. Quero ressaltar que há empresas que implantam e divulgam seu código de ética , mas não o cumprem, ou seja, é só para deixar no site intitucional, é figurativo. A quem estas empresas querem enganar? Perdem-se talentos, profisisonais íntegros e , por consequência, aos poucos vai-se perdendo sua credibilidade no mercado(principalmente entre os profisisonais de RH). Código de Ética/Conduta não pode ser puramente teórico.

Heloisa Beatriz Avila em 29/03/2009:
Srs. A ética determina, muitas vezes, o sucesso de um empreendimento. O Brasil se ressente bastante da falta de tradição nos negócios. Crescer com ética pode ser determinante na busca de uma tradição que nos identifique como empresários. Atualmente, em tempo de crise, as empresas se pulverizando em pequenas e médias, e outras tantas iniciando no mínimo patamar de sobrevivência, um plano especial de ética deveria ser sugerido para ambientes menoras, para as micro e pequenas empresas, aquelas que não podem ter comissões estudando o assunto. Fácil?? Não! Muito, muito difícil! Creio deveria ser obrigatório para um pequeno negociante, que aprendesse com RH, as coisas que jamais deve fazer, dizer ou promover dentro de um ambiente de trabalho. Estou falando do mínimo para manter o equilíbrio emocional de uma equipe, quase sempre insegura e mal informada sobre os destinos do seu próprio trabalho. Não é exatamente necessário que uma empresa pequena seja um inferno grande. Mas é comum! Ajudem a promover. Obrigada.

Rosangela em 11/03/2009:
Gostei muito do texto sobre Código de Ética da Patricia Bispo. De forma clara e objetiva mostrou questões importantes para implantar um Código de Ética. Nos ajudou bastante, pois estamos implantando em nossa empresa.

Marta em 11/03/2009:
Este site me acrescenta bastante como estudante de Gestão de RH. Se algo discutido em aula não fica muito claro para mim, venho aqui e as idéias se tornam mais claras. Este artigo conclui de modo detalhista um conteúdo dado por meu professor da faculdade. Obrigada!

gloria em 08/03/2009:
não tenho palavras é maraaaaaaaaaaaaa!

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos

Programa de Autodesenvolvimento



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.