O site de referência sobre Gestão de Pessoas.
3ª Jornada Virtual de Liderança - 2014
Pesquisar
« Pesquisa Avançada »






14/05/2013
RH » Salários e Benefícios » Matéria Enviar Comentar Compartilhar Imprimir

Plano de Cargos e Salários: um atrativo para reter talentos

Por Patrícia Bispo para o RH.com.br

A atração de talentos é apenas um dos desafios da Gestão de Pessoas, pois uma vez que os profissionais passam a integrar as equipes surge outra preocupação: como reter esses colaboradores que fazem o diferencial para o negócio? Existem várias vertentes que podem ser trabalhadas como, por exemplo, oferecer um Plano de Cargos e de Salários que façam as pessoas motivarem-se a permanecer no time, consequentemente, não se sentirem tentadas a migrarem para a concorrência.

No Grupo Trumpf, por exemplo, a instituição do Plano de Cargos & Salários (C&S) surgiu com o propósito de promover o equilíbrio interno e externo no tocante à remuneração e à Gestão de Pessoas. Junto a esse programa, que começou em 2012, também dou implantada a Avaliação de Desempenho desta empresa, que atua na área de tecnologia de produção, colocando novos padrões no mercado - desde máquinas ferramenta para processamento de chapas metálicas e materiais, até a tecnologia laser, eletrônica e tecnologia médica.

De acordo com Eduardo Tupper Torres, diretor Administrativo, Financeiro de RH da Trumpf do Brasil, todos os profissionais são beneficiados pelo programa, sem distinção de hierarquia. "A iniciativa também surgiu com o objetivo de reconhecer a capacitação e o desempenho de nossos profissionais, além de corrigir desvios e atuarmos de forma justa, em promoções e movimentações internas", complementa, ao destacar que para implantar o programa, foram mapeados todos os cargos da empresa.

Os cargos, por sua vez, foram descritos com foco nas responsabilidades e nas autoridades e com as competências e as habilidades necessárias para exercer a função. Uma pesquisa de cargos e salários foi realizada com empresas do mesmo segmento e porte, com o propósito do Grupo Trumpf buscar um equilíbrio interno e externo. Inclusive, na oportunidade, alguns desvios foram identificados e tratados.

"Fizemos reuniões tanto de apresentação do programa, quanto de feedback ao colaborador sobre seu posicionamento em relação ao mercado. Periodicamente são feitas manutenções nos perfis de cargo, dado o dinamismo de mercado e as novas necessidades que vão surgindo", assinala Eduardo Tupper Torres. É importante sinalizar que para implantar o C&S, o Grupo Trumpf optou por firmar uma parceria com uma consultoria especializada. Essa linha de trabalho foi adotada, porque no entender da companhia, é sempre bom ter um agente externo que, geralmente, contribui com uma visão diferenciada para agregar valor. Além disso, a companhia passou a manter uma parceria com uma consultoria de âmbito global, para amparar e cascatear a metodologia do grupo nas diferentes subsidiárias.

Ao ser questionado sobre as principais dificuldades que o Grupo TRUMPF enfrentou para tirar o Plano de Cargos & Salários do "papel" e colocá-lo em prática, o diretor Administrativo, Financeiro de RH afirma que como o projeto foi classificado como uma "prioridade de nível 1" e teve como patrocinador o presidente da empresa, não enfrentaram grandes obstáculos.

Estratégia de comunicação - Para apresentar o Programa de Cargos & Salários, Eduardo Tupper Torres cita que a empresa adotou a seguinte estratégia de comunicação interna:
- Foram realizadas apresentações coletivas quanto à metodologia aplicada e os objetivos do plano.
- Promoveram-se reuniões individuais com todos os colaboradores, onde cada gestor apresentou a seu liderado qual foi o resultado da pesquisa em relação ao seu cargo.
- Qual a estratégia da empresa em situações onde foram identificados desvios e nos casos onde já havia paridade com o mercado. Posicionou-se, então, o profissional sobre seu status atual e a equidade da sua remuneração em relação ao mercado.
- O RH esteve presente em todas as reuniões individuais de feedback.

Os gestores - Outro fato que fortalece o C&S da companhia foi a participação dos gestores. Nesse sentido, os líderes estão sempre disponíveis para apoiar e até incentivar as práticas de Recursos Humanos. A participação ativa dos líderes, em todas as reuniões do projeto, sinalizou bem a importância deles para a corporação. "Todos os gestores estavam envolvidos com o plano desde o início, onde tiveram a sua disposição todo o material produzido. Eles entenderam a importância deste tipo de trabalho, principalmente porque o programa tem como principal componente o nosso ativo mais valioso que são os nossos colaboradores", enfatiza o diretor Administrativo, Financeiro de RH da Trumpf do Brasil.

No tocante à receptividade dos colaboradores, Eduardo Tupper Torres mostra-se animado. Isso se justifica porque, de maneira geral, todos viram com "bons olhos" a iniciativa. Nas reuniões de feedback individuais, por exemplo, não foram poucos os registros de casos de depoimentos do tipo "É bom saber que a empresa está preocupada com a carreira das funcionários e está tratando disso de forma profissional", complementa.

Benefícios - Ao ser indagado sobre os benefícios que o Programa de Cargos & Salários trouxe à organização, Eduardo Tupper Torres é bem objetivo ao destacar que a transparência é a palavra de ordem e a possibilidade de gerenciar sua própria carreira são os principais. Hoje, por exemplo, os colaboradores têm acesso a um sistema on-line que possibilita a visualização de todos os cargos existentes na empresa e, com isso, o profissional sabe até onde pode chegar e quais as competências e as habilidades que ele precisa desenvolver para chegar lá. A iniciativa gerou motivação e melhoria para o clima organizacional, pois as pessoas sentem-se valorizadas com esse tipo de trabalho, ainda mais por saberem que a empresa realmente está olhando para elas. "O RH tem em mãos uma ferramenta altamente eficaz tanto para contratações, quanto para auxílio na tomada de decisões sobre movimentação interna", menciona.

Avaliação do programa - Acompanhar os resultados gerados pelo Programa de Cargos & Salários é uma constante preocupação da Trumpf do Brasil. "Esse é um assunto que sempre está presente, seja em nossos cafés com o presidente e até reuniões menos formais. Distribuímos pela empresa caixas de sugestões, nas quais os colaboradores podem e devem opinar, não só sobre o programa, mas sobre qualquer outro item. Em paralelo ao Plano de C&S, a empresa implantou um programa de Avaliação de Desempenho, o qual ocorre anualmente. Pesquisa interna de clima também faz parte do nosso roadmap", explica.

Por último, Eduardo Tupper Torres diz que não se concebe mais a ideia de imaginar a companhia sem o C&S, uma vez a iniciativa serve de balizador tanto na hora da contratação de um novo colaborador, quanto no momento de uma movimentação interna. Isso sem falar na credibilidade que a organização conseguiu construir junto aos seus funcionários, ao implantar o programa. "Hoje podemos dizer que temos um processo estruturado que realmente nos ajuda na Gestão das Pessoas. As regras são claras para todos e respeitam conceitos básicos de acesso às informações de forma uniforme", conclui.

 

Palavras-chave: | Grupo Trumpf | Eduardo Tupper Torres | Plano de Cargos & Salários |

  • O que você achou? Avalie:
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Enviar Comentar Compartilhar Imprimir
CONTEÚDO RELACIONADO
COMENTÁRIOS (2)
GISLAINE SILVA GREGÓRIO em 07/10/2013:
Uma matéria bem esclarecedora é praticamente um guia de um projeto C&S, que é tão discutido e tão importante para valorização pessoal dos colaboradores de uma organização - um projeto apenas para colher conquistas. Parabéns.

Marta Pereira em 16/05/2013:
Excelente matéria.

 
PUBLICIDADE
Produtos RH.com.br

+ lidas
+ comentadas
+ enviadas
+ recentes
Produtos RH.com.br

Programa de Autodesenvolvimento

3ª Jornada Virtual de Recursos Humanos



RH.com.br no Twitter


PUBLICIDADE
Os textos publicados não representam, necessariamente, a opinião dos responsáveis pelo site RH.com.br. Confira o nosso Termo de Responsabilidade.
Todos os direitos reservados. É expressamente proibida qualquer reprodução.